“Motorizadas”

Em PP, 2,2 mil pessoas obtêm primeira habilitação para dirigir

ROBERTO KAWASAKI • 20/06/2018 06:15:00

A busca para obter a primeira habilitação é aguardada por parte dos jovens que almeja chegar aos 18 anos com a responsabilidade de se demonstrar independentes, o que, para eles, significa a entrada na vida adulta. Outros aguardam há alguns anos para dar início às aulas, seja por vontade própria ou até mesmo pelo custo cobrado. Nos cinco primeiros meses de 2017, o Poupatempo de Presidente Prudente registou 1.989 emissões da 1ª via da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), sendo que no mesmo período deste ano, o número foi maior, quando 2.234 pessoas adquiriram o documento. Conforme explica Hélio Soares de Lima, diretor regional do Sindicato das Autoescolas do Estado de São Paulo, o que pode ter favorecido esse aumento, é a recuperação da crise econômica. “As pessoas estão com recursos para investir em outras coisas, após pagar contas antigas”, explica.

                                                               Marcio Oliveira

De janeiro a maio, 2.234 pessoas tiraram CNH

EM BUSCA DA HABILITAÇÃO

De acordo com Hélio, os interessados são em sua maioria jovens, mas diz que tem aqueles que esperam mais tempo para juntar dinheiro e investir nas aulas. Aos que buscam a autoescola para realizar a matrícula, é preciso seguir algumas etapas. “A unidade vai encaminhar o candidato ao Poupatempo para fazer o cadastro, feito isso, o aluno será direcionado ao exame de vista e psicotécnico, antes de dar início ao curso teórico”. Antes de iniciar curso, é necessário desembolsar uma quantia média de R$ 2,5 mil.

AULAS

No CFC (Centro de Formação de Condutores), o aluno deve cumprir 45 horas de aula teórica, durante dez dias, onde serão feitas orientações sobre a conduta ao volante, bem como aulas de legislação e primeiros-socorros. Além desta, Hélio explica que o aluno fará também oito aulas no simulador de trânsito, antes de começar a prática pelas vias da cidade. “Isso é importante para que ele tenha noção e fique mais seguro quando for dirigir na rua”, acrescenta. No entanto, a quantidade de aulas é “insuficiente”, opina o instrutor Eduardo da Silva Rodrigues. “Seriam necessários mais dias de aulas para dar mais tempo para aprofundar as orientações”, considera.

EXAMES TEÓRICOS E PRÁTICOS

Eduardo tem observado que os alunos “não levam a sério” as aulas teóricas, uma vez que acham as mesmas cansativas e apresentam dificuldades para decorar as regras. Contudo, afirma ser de “extrema importância” que todos se dediquem, devido à pontuação final para passar ao nível prático. A prova teórica é composta por 30 questões, sendo que o aluno deve acertar no mínimo 21 pontos. Já na avaliação prática, o candidato não pode ultrapassar três pontos na infração. Devido ao nervosismo comum demonstrado pelos praticantes, o instrutor acrescenta que, nas aulas práticas, eles conduzem o veículo em vias tranquilas da cidade, até adentrarem em lugares movimentados, onde “são orientados a manter a calma”.

DICAS SOBRE COMO TRABALHAR A ANSIEDADE

A psicóloga Joselene Alvim explica que ansiedade e nervosismo são sensações comuns no ser humano, no entanto, é motivo de alerta quando “ultrapassam o limite normal”. Durante as aulas na autoescola, quando o aluno começar a apresentar sudorese, taquicardia ou dificuldades de respiração durante as aulas, a profissional aconselha seguir algumas dicas:

- Dormir bem;

- Ter boa alimentação;

- Beber suco de maracujá para manter a calma;

- Em dia de provas, levar alguém de confiança que estimule a manter a calma, buscar descontração para a mente não se preocupar demais;

- Sair de casa bem cedo, para não chegar apavorado.

PERFIL

Marcio Oliveira

Nome e idade: Pedro Carrijo Cunha Shimabuku, 18 anos

Escolaridade: Estudante de Jornalismo

Cidade de origem: Presidente Prudente

Por qual motivo buscou tirar a CNH? E por que aqui em Prudente?

Eu sempre tive muita vontade de dirigir, e antes de começar as aulas no CFC, já tive contato prático com o veículo. Dentro do condomínio onde moro, e até mesmo em sítios, meu pai me acompanhava e dava algumas dicas para eu entender o que estava fazendo. O que mais motivou a tirar a primeira habilitação ao completar 18 anos, foi o fato de estudar em São Paulo, o que dificulta minha condução sem meus pais por perto.

Quais dificuldades você possui em relação às aulas? Como espera se preparar para as provas?

Por enquanto eu não tenho muitas dificuldades, mas o que complica, de vez em quando, é a memorização das placas de sinalização. Além disso, legislação é difícil de memorizar, ainda mais com pouco tempo de aula. Mas em casa eu deixo um tempo livre para me preparar para a prova. No CFC foi distribuída uma apostila, e tento decorar todas as regras. Eu tenho buscado também me dedicar em simulados online para responder as possíveis questões da prova, que não são fáceis.

Como busca controlar a ansiedade, diante de situações de trânsito?

Eu não sou uma pessoa ansiosa, mas é claro que, no fundo, o nervosismo aparece em vésperas de prova, e até mesmo nas aulas. Mas eu procuro pensar que o exame não é o que vai definir minha vida. Entendo que se eu não conseguir passar na primeira etapa, vou conseguir na próxima. Se não der certo, vou tentar até alcançar o que desejo, isso porque me considero bastante otimista e busco ajuda também com meus familiares.

Além do curso, o que costuma fazer em Prudente, a fim de buscar descontração?

Sou natural aqui de Prudente, mas atualmente curso Jornalismo em São Paulo. Quando estou por aqui passando férias, gosto de assistir filmes de ficção científica. Também gosto de dividir meu tempo com jogos de carro. Eu ligo o videogame e passo as horas jogando GTA, Need For Speed, entre outros, o que já me dá uma ideia de direção ao volante [risos].

AGENDA

Curso: Mecânico de climatização veicular

Local: Escola Senai Santo Paschoal Crepaldi

Endereço: Rua Roberto Mange, 151 - Jardim Marupiara/Presidente Prudente

Telefone: 3902-8500

Inscrições: www.presidenteprudente.sp.senai.br/

Atividade: Desenvolvimento de competências relativas à execução de diagnósticos, reparos e manutenção de sistemas de climatização veicular.

Curso: Mecânico de injeção eletrônica

Local: Escola Senai Santo Paschoal Crepaldi

Endereço: Rua Roberto Mange, 151 - Jardim Marupiara/Presidente Prudente

Telefone: 3902-8500

Inscrições: www.presidenteprudente.sp.senai.br/

Atividade: Desenvolvimento de competências relativas à manutenção e testes no sistema de injeção eletrônica de veículos leves, de acordo com normas e procedimentos técnicos, ambientais e de segurança.

Curso: Eletricista automotivo

Local: Escola Senai Santo Paschoal Crepaldi

Endereço: Rua Roberto Mange, 151 - Jardim Marupiara/Presidente Prudente

Telefone: 3902-8500

Inscrições: www.presidenteprudente.sp.senai.br/

Atividade: Desenvolvimento de competências relativas à reparação de sistemas elétricos de veículos leves, de acordo com normas e procedimentos técnicos, ambientais e de segurança.

NA BALADA

                                                 Fotos: Roberto Kawasaki

Lucas Yukio Takara e Jéssica Tiemi Saito

Suzana Yuriko Ywata, Michelle Ywata e Gabriel Yano

Neto Kuhn, Lidiane Viana, Rogério Filho e Giovanna Braga

DICA DE FILME

                                                               Divulgação                

"Em Ritmo de Fuga"

Aos amantes de filmes de ação, com uma pitada de comédia, a recomendação de hoje é apertar os cintos e entrar na história de Baby. Motorista de fuga de uma gangue de criminosos, ele cai na estrada após um assalto a banco não ocorrer conforme o planejado. Mas quem vê as habilidades do motorista não imagina que a sequela de um acidente de trânsito na infância, ainda se faz presente em sua vida: ele precisa ouvir música o tempo todo, para silenciar um zumbido adquirido após o acidente. Diante das cenas de ação, Baby conhece uma garçonete, que coloca em dúvida o trabalho para com a gangue, e o amor que sente pela moça.

Ano: 2017

Gênero: Ação/Suspense

Duração: 113 minutos

Censura: 14 anos

 

 

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste