Saúde: qual seu valor e importância?

 28/06/2017 21:24:49  - Marcos Alves Borba

Para que possamos entender e trabalhar essa performance, seria muito interessante se pudéssemos ser atendidos e agraciados em 100% nas três esferas que consideramos ser vital a nossa existência. Tanto em saúde física, mental e espiritual. Caso isso acontecesse, esses bem declarados 100%, poderíamos dizer que seria uma dádiva de Deus. Será?

Praticamente difícil, muito difícil mesmo, mas não impossível. Saibamos de nossas atitudes no dia a dia e, como fonte de sabedoria, mesmo inapropriado, recorremos naquelas ações que nos conforta e aceitamos como parte de que tudo bem, valeu, e vamos tocando a vida em frente. Nem sempre foi e será assim. Mas, entendemos que cada um pode se considerar um “super” nas devidas proporções. Afinal de contas a vida nos leva, mas também nos ensina.

Que somos diferentes um dos outros, novidade nenhuma. Tanto que, mesmo tendo e seguindo algumas referências, sejam elas em nível mundial ou não, ainda nos precavemos de nos policiar e achar que isso acontece somente com aqueles, devido serem famosos. Isso, podemos considerar que qualquer que sejam as esferas que nos credencia. Não resta a menor dúvida de que uma pessoa experimentou e triunfou sobre uma tremenda adversidade tem fortes referências para desenvolver um nível sistemático de confiança – uma convicção ou fé em si mesma e nos outros, e a capacidade de superar os desafios.

Quanto maior a quantidade e qualidade de nossas referências, maior nosso nível potencial de opções. Mas quantidade e qualidade de referências nos permitem avaliar com mais eficácia o que as coisas significam e o que podemos fazer.

Seja em qualquer profissão, como moda, na música, na arte, no trabalho voluntário, em qualquer opção que se deseja seguir, haja vista, um esforço muito grande de saber se nutrir dessas três esferas, por fazer parte de qualquer ambiente que tentamos seguir. Consideremos que na esfera física (independe de sua escolha pelo movimento como caminhar, nadar, correr e, que essa movimentação complemente sua necessidade de gastar energia, sempre buscando ingerir o ideal como alimento) isso hoje, sempre irá beneficiar qualquer pessoa que valorize seu corpo. Na esfera mental, saibamos da importância de nos mantermos ativos sempre, (estudando, lendo, pesquisando, independente do tema a ser seguido). Já na esfera espiritual, tenhamos ou não uma religião, procurar sua fé naquilo que seu estado permite de te satisfazer pela sua existência, na certeza de que se faz parte de um universo.

E o que as instituições, empresas, escolas e tantos outros estão fazendo em busca de estarem presentes junto aos seus comandados, subordinados, parceiros? Uma sociedade carente de um monte de coisas? E, sem dúvida, que qualquer que seja a sua intenção em buscar a saúde, sempre irá prevalecer seu maior status pela vida: bem estar nas três esferas.

Mas, independente dos responsáveis de uma forma em geral, dentre eles os órgãos competentes, você, como pessoa física, idônea de suas atribuições, o que tem feito para que sua sublime existência permeie disciplina e equilíbrio nessas três esferas que nos abrange? Talvez, e de uma forma muito simples é tentar subdividir numa porcentagem que pelo menos, se aproxime desses 100%, criando uma estratégia que seja mais adequada, pelo menos nesse momento de sua vida. Um simples exercício que nos educa para a nossa capacidade de acreditar que a saúde sempre foi e será nossa prioridade. 

É natural que façamos grande parte das coisas com intenções de nos sentir bem, e garantir nossos interesses no futuro. Mas que universo pretendes construir para que sua essência te permita uma saúde mais equilibrada e o prazer pela vida? Mesmo tentando e buscando referências, saiba que sua atitude dessa iniciativa, é sua.

 

Marcos Alves Borba é educador físico, coach (Sociedade Brasileira de Coaching) e palestrante. Contato: marcosaborba@hotmail.com.

Comentário