Negócio de sucesso

 09/01/2018 12:46:01  - Walter Roque Gonçalves

O ministro da Fazenda Henrique Meirelles veio há alguns dias a público afirmar que a economia está nos trilhos e que agora o empresário pode confiar em sua retomada. Isso significa desengavetar projetos e, dentro de cada projeto, gerar empregos diretos e indiretos. Isto é realmente necessário. No entanto, é preciso tomar cuidado com otimismo exagerado, da mesma forma que o pessimismo também é desnecessário.

Precisamos que a economia reaja e mais riquezas sejam geradas no país, isto é fato! O que dói é a sensação de sangrar com impostos, enquanto boa parte destes recursos é desviada de sua finalidade original. Se o dinheiro fosse realmente direcionado para saúde, educação, segurança e infraestrutura, em vez de ir para o bolso de corruptos, teríamos R$ 200 bilhões a mais investidos no Brasil, segundo dados divulgados pela ONU (Organização das Nações Unidas). Isso sem considerar as perdas em decorrência da má gestão e de desperdícios.

O que fazer diante destes fatos? Indignar-se pela situação e fazer-se ouvir será sempre válido e necessário. O cidadão precisa ficar atento às atitudes dos políticos que o representa e denunciar qualquer indício de mal feito. Por outro lado, é preciso planejar-se dentro da realidade local, sem ignorar a realidade externa, para não errar a mão no empreendimento. Por exemplo, os empresários que vendem pescados para outros países, agora proibidos de fazê-lo pelo governo, serão atingidos em cheio. E aqueles que exportam podem encontrar nova concorrência neste período.

Otimismo sem planejamento não resolve, mas pessimismo atrapalha. Portanto, não se deixe levar pelos extremos. É preciso atenção aos fatores externos, mas, lembre-se de avaliar criteriosamente a realidade dos seus clientes. Uma empresa de bairro, por exemplo, pode ter a sua realidade totalmente mudada com a inauguração de um novo condomínio no local. Existirão necessidades latentes que podem viabilizar pequenos negócios no entorno.

Enxergar o todo e agir localmente! Este é o equilíbrio que toda empresa precisa! Principalmente as pequenas e médias empresas que, geralmente, são afetadas mais pelas mudanças no mercado local do que àquelas em âmbito nacional. Um novo aumento de demanda nas redondezas, clientes insatisfeitos com determinado serviço da concorrência, oportunidades com marketing digital e mão de obra disponível, podem ser o suficiente para montar um negócio de sucesso.

Comentário