Fim da morte, morte do fim

 02/11/2017 13:00:33  - Luiz Kazuo Komoda

Neste planeta perigoso, a morte é algo tão real que até criaram um dia chamado “Finados” para lembrar que pessoas morrem. Algumas que conhecemos estão enterradas em cemitérios - cujo nome “João Batista” é bastante comum em muitas localidades. Em alguns de seus muros lemos: “Ontem eu fui o que você é hoje, amanhã você será o que sou hoje”.

Eclesiastes 7:2 diz que “Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração”. Nosso fim será problema se morrermos despreparados para a volta de Jesus: “Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite”, afirma 1 Tessalonicenses 5:2. “E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno”, completa Daniel 12:2.

Não entendemos porque algumas pessoas têm vida longa (como minha sogra Julieta Santana, que festeja 90 anos em 12 de novembro de 2017), enquanto outros morrem jovens, com menos da metade dessa idade, como foi o caso recente da morte de dois amigos de Presidente Prudente, com idade ao redor de 40 anos.

A vida é uma só, quem morre está com sua situação definida: “E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo”, cita o texto de Hebreus 9:27. Mas nós vivos continuamos enfrentando a ferrenha ação de dois inimigos: satanás e suas hostes. “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar”, alerta 1 Pedro 5:8. E o outro inimigo terrível é nosso próprio eu carnal, egoísta, presunçoso. “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e, com efeito, o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço”, afirma o apostolo Paulo na carta aos Romanos 7:18,19.

As armas para combatê-los são: “Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes”, o mesmo apostolo diz em Efésios 6:13. Relacionamento diário com nosso Criador e Salvador, Advogado Jesus Cristo, indo todos os dias ao santuário celestial. “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos”, diz 1 João 2:1-3. É a garantia de ultrapassarmos o limite de nossa fugaz existência e entrarmos na outra dimensão eternamente feliz e perfeita: “Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”, cita João 14:2,3.

Isso ocorrerá logo após o fim da morte e morte do fim: “Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte”, revela 1 Coríntios 15:26. Zero morte, zero cemitério, zero sofrimento, zero dor, zero choro: “E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas”, evidencia Apocalipse 21:4.

Porque Deus é amor e “Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor”, relata 1 João 4:8, Ele só deseja o seu e meu bem, a sua e minha felicidades eternas junto Dele! Vamos combinar de chegarmos juntos lá?

Comentário