Voz do vigário

  • 19/01/2020 04:15
  • Sandro Rogério dos Santos

Numa rede social, fiz o propósito de seguir/acompanhar a conta do papa – vigário de Cristo –, curtindo e compartilhando todas as suas mensagens. Primeiro, por me esforçar a efetivamente “curtir” e “compartilhar” os mesmos sentimentos e ideias do líder da Igreja à qual faço parte pelo batismo e dela sou ministro. Depois, para dar ciência aos outros da fonte que é o coração do santo padre, ora exortando, ora ensinando, ora oferecendo, ora celebrando. Assim, quero hoje compartilhar alguns pensamentos do papa Francisco ditos especialmente durante a Santa Missa por ele rezada toda manhã na Casa Santa Marta, sua residência no Vaticano.

“Jesus é o dom de Deus para nós. Se o acolhermos, também nós poderemos ser dom de Deus para os outros... Se vivermos como Jesus nos ensinou e em harmonia com aquilo que anunciamos, o nosso testemunho será frutífero... A Igreja cresce no silêncio, na oração e com as boas obras que dão testemunho.”

“Não há família perfeita; somente com o exercício diário do perdão a família cresce... O homem e a mulher carregam dentro de si a imagem de Deus e são objeto de seu amor infinito, seja qual for a condição em que foram chamados à existência.”

“Não se pode amar somente até quando ‘seja conveniente’; o amor se manifesta precisamente para além do limiar da própria vantagem, quando se doa tudo sem reservas... A fidelidade é a característica de um relacionamento humano livre, maduro e responsável.”

“Não se pode realmente seguir Jesus quando se é apegado às coisas. Porque, se o coração está cheio de bens, não haverá espaço para o Senhor, que se tornará uma coisa entre as outras.”

“Não vá atrás de Jesus apenas quando tem vontade, mas procure-o todos os dias: encontre n’Ele o Deus que ama sempre você, o sentido da sua vida, a força de doar-se... Ninguém pode enganar a si mesmo pensando: "Estou bem porque não faço nada de errado". Para ser de Jesus não é suficiente não fazer nada de errado, é preciso fazer o bem!”

“Rezar significa bater à porta de um amigo. Deus é nosso amigo.”

Assim, rezemos uns pelos outros, desejemos que a graça e a virtude sejam nossas companhias no percurso da vida. Não carreguemos o fardo do rancor, da indiferença e do desamor, pois a vida não teria sentido nem alegria. Cultivemos a vida espiritual, fomentemos o encontro. Sejamos gentis, afáveis, abertos... a Deus e às pessoas. Cresceremos como gente.

Seja bom o seu dia e abençoada a sua vida. Pax!!!

ÚLTIMAS DO AUTOR

Viver é uma arte

  • 23/02/2020 04:01

Cenas familiares (2)

  • 09/02/2020 04:10
Sandro Rogério dos Santos

Sandro Rogério dos Santos

Sandro Rogério dos Santos é pároco do Santuário Diocesano Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face, situado no Jardim Maracanã, em Presidente Prudente.

Contato: padre@santuariosantateresinha.com

PUBLICIDADE