Na região

Votos brancos e nulos na região de Prudente somam 29,95% para senador

Dos cinco cargos pleiteados no domingo de eleições, vaga para o Senado foi a que mais teve anulação

THIAGO MORELLO - Da Redação • 10/10/2018 04:00:00

Dos 662.815 eleitores existentes na região de Presidente Prudente, como noticiado por este diário, 25% se abstiveram de votar. No entanto, isso não quer dizer que aqueles que foram às urnas realizaram o procedimento por completo. Um levantamento realizado junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mostra que 575.309 votos foram em branco ou anulados (veja tabela). E desse contingente, a maior abstenção em frente às urnas foi na hora de optar por um senador, sendo 297,7 mil sufrágios em branco ou nulo dos 993.888 realizados, o que representa 29,95% da validação. Dos cinco cargos públicos pleiteados no último domingo, a vaga específica para o Senado foi a que mais teve anulação na hora de escolher por um candidato.

Isso não quer dizer que mais de 570 mil pessoas deixaram de votar, mas que muitas delas foram às urnas e optaram por não escolher todos os representantes: deputados estadual e federal, senador, governador e presidente. É válido lembrar que a Lei das Eleições prevê que não necessariamente o eleitor precisa votar em todos os candidatos, podendo escolher um ou outro, todos ou até mesmo nenhum.

E para o chefe de cartório, Fabiano de Lima Segalla, três fatores podem ter influenciado no cenário. No primeiro deles, ele aponta uma campanha nas redes sociais de um dos candidatos ao Senado, no qual o político pedia a anulação do segundo voto para senador, na intenção de evitar que outro fosse eleito. Lembrando que dois candidatos deveriam ser votados. “E tem também a desinformação do eleitor, de não saber que precisava escolher dois senadores. Isso até gerou grandes problemas para nós”, completa.

Por fim, Fabiano lista que muitos foram mesmo às urnas com a intenção de votar exclusivamente para presidente. “Muitos até reclamaram que a Justiça Eleitoral coloca o voto à presidência em último caso. Eles não entendem a importância de escolher representantes para o Legislativo, que em alguns casos acaba tendo uma força maior que o Executivo”, pondera.

Falta de representação

Para os outros cargos, a soma dos votos brancos e nulos teve um desempenho menor que na situação para senador. A maior participação foi para o cargo de presidente, com 8,03% dos votos brancos ou nulos; seguido por governador: 11,79%; deputado federal, 14,95%; e deputado estadual, com 15,27%.

Ocorre que mesmo em quantidade menor, isso pode representar a falta de voz ao entorno prudentino, mais especificamente quando se trata dos cargos de deputados. O sociólogo Wilson de Luces Fortes Machado entende que a “região deixou de ter mais representantes regionais”. E isso é explicado pelo especialista por conta da falta de conhecimento da população para com os novos nomes que surgiram, “que não puderam se apresentar mais, em vista do pouco tempo de campanha”.

Na soma em relação ao cargo de deputado federal, por exemplo, brancos e nulos chegaram a 74.262 votos. “E, durante a apuração, nós vimos que alguns candidatos regionais precisavam de pelo menos pouco mais de 10 mil ou 15 mil para se eleger. Mas isso não aconteceu”, completa Wilson, que ainda acredita que se o voto tivesse sido exercido, pelo menos mais um deputado estadual e um federal teriam sido eleitos.

A solução, para o sociólogo, é que as associações e grupos políticos da região fomentem essa cultura de escolher pessoas daqui, mas com ações constantes e não só às vésperas das eleições.

SAIBA MAIS

De acordo com o Glossário Eleitoral do TSE, o voto em branco é aquele em que o eleitor não manifesta preferência por nenhum dos candidatos. Já o voto nulo, o TSE considera como aquele em que o eleitor manifesta sua vontade de anular o voto. Para votar nulo, o eleitor precisa digitar um número de candidato inexistente, como por exemplo, “00”, e depois a tecla confirma. Nos casos de votos anulados, são aqueles em que a anulação foi feita pela própria Justiça Eleitoral, como por exemplo, sufrágio direcionado a candidatos que possuem pendências judiciais.

VOTOS NA REGIÃO DE PRESIDENTE PRUDENTE

CARGOS

TOTAL DE VOTOS

 VOTOS VÁLIDOS

VOTOS BRANCOS

VOTOS NULOS

VOTOS ANULADOS

DEPUTADO FEDERAL

496.674

422.412

34.694

39.568

0

DEPUTADO ESTADUAL

496.674

420.834

36.264

39.576

0

SENADOR

993.888

692.275

102.676

195.024

3.913

GOVERNADOR

496.674

405.505

32.595

55.006

3.568

PRESIDÊNCIA

496.756

456.850

14.550

25.356

0

Fonte: TSE

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste