Arquivo - Vigilância mantém trabalhos, mas pede empenho da população

Foto: Arquivo - Vigilância mantém trabalhos, mas pede empenho da população

MORADORA DO ALVORADA

Vigilância Epidemiológica confirma 1ª morte por dengue em Prudente

Vítima, uma mulher de 49 anos, morreu na madrugada da segunda-feira; cidade contabiliza 704 catalogações positivas da doença e órgão intensifica trabalhos

  • 09/05/2019 21:04
  • THIAGO MORELLO - Da Redação

A VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal) de Presidente Prudente confirmou na tarde de hoje a primeira morte por dengue na cidade. Como noticiado por esse diário, a vítima foi uma moradora do Parque Alvorada, na zona leste, que morreu na madrugada de segunda-feira. Na ocasião, ela chegou a receber atendimentos médicos no município, quando apresentou piora no estado de saúde e o quadro clínico evoluiu a óbito enquanto esteve na Santa Casa de Misericórdia.

Em contato com a reportagem, a supervisora da VEM, Elaine Bertacco, relatou que “infelizmente o laudo médico atestou a morte por dengue” da paciente. Até então, apesar do número de casos, esse foi a primeira ocorrência que tratou a patologia como causa suspeita. E a partir de agora, assim como já tinha realizado anteriormente, a equipe da Epidemiológica retomará o serviço de bloqueio e nebulização no Parque Alvorada. “Ontem [quarta-feira] mesmo as equipes de campo estiveram novamente por lá, assim como o grupo da ESF [Estratégia de Saúde da Família]”, frisa.

Prudente contabiliza hoje 704 registros da doença, sendo 688 autóctones, aqueles contraídos no município, e outros 16 importados, vindos de outras localidades. Ademais, o município possui outras 1.255 notificações.

Ações

Como destaca a supervisora da VEM, o município tem desenvolvido uma série de ações, como mutirões de limpeza, e a mais inédita ação, informada hoje pela pasta e divulgada por O Imparcial, que são os aspiradores de mosquitos Aedes aegypti, utilizados em bocas-de-lobo. A ideia é promover a localização e erradicação de possíveis criadouros em bueiros.

Mas Elaine lembra que a atitude da população é importante, como sempre é orientado, quanto à limpeza de quintais, como tampar caixa d’água, virar garrafas e pneus, colocar areia nos pratos de vasos de plantas, entre outros.