Cedida / Thiago Machado - Thiago Machado garantiu a tão sonhada vaga para o World Championship New Zeland 2020

Foto: Cedida / Thiago Machado - Thiago Machado garantiu a tão sonhada vaga para o World Championship New Zeland 2020

TRIATLO

Venceslauense consegue vaga para Mundial na Nova Zelândia em 2020

  • 07/08/2019 07:42
  • OSLAINE SILVA - Da Redação

“Parabéns a todos vocês que são os protagonistas dessa linda e vitoriosa história da Irontri”. Estas são as palavras de Paulo Leite, proprietário da Winner, de Presidente Prudente, que no domingo, teve dez triatletas participando do Ironman 70.3 Maceió, em Alagoas (AL). Antes mesmo de a competição acontecer, Paulo destacou em uma entrevista concedida a este jornal diário que o venceslauense Thiago Machado era um dos atletas que tinha chances concretas de conseguir uma vaga para o World Championship New Zeland 2020, - 70.3, na Nova Zelândia, no ano que vem. E não é que isso aconteceu mesmo?!

“Todos os atletas completaram a prova com sucesso. Fizeram dentro daquilo que esperavam. Como eu disse anteriormente, alguns estavam fazendo a prova longa distância pela primeira vez cumprindo com maestria. O Thiago que almejava a vaga para 70.3 na Nova Zelândia conseguiu, fato este inédito para a nossa região. E em 2012, tentaremos  o Ironman em Kona, no Havaí, para não acumular muito, pois duas provas mundiais no ano ficaria muito pesado o ciclo de treinamento do atleta. E como almejamos uma boa colocação no mundial, focaremos na Nova Zelândia”, destaca o treinador.

Paulo se diz feliz pelo que a Irontri Assessoria Esportiva vem construindo, uma sólida história no triathlon, duathlon e corrida de rua em na região. Em sua curta existência, oito anos, já contabiliza importantes conquistas em provas de nível estadual e nacional somando 47 pódios. Vale ressaltar também as classificações conquistadas para etapas em mundiais como: duas vezes para o Ironman World Championship em Kona Havaí; duas para o Ironman World Championship Ironman 70.3 - Austrália e Nova Zelandia; seis vezes para o Powerman Duathlon na Suíça; uma vez para Triathlon Full Challenge em Roth Alemanha; e uma vez com vaga para a Boston Marathon.

Sonho realizado

Thiago conta que foi uma prova bem difícil devido ao calor, mas conseguiu fazer todas as modalidades dentro do tempo esperado. Ele diz que se superou em tudo. Nada mais é que a confirmação de um sonho realizado. Coisa que ele vem buscando de representar o seu país e integrar a delegação brasileira para disputar essa prova ainda mais em um país que gosta bastante.

“Agora é toda preparação para essa prova. Eu ia no ano que vem pegar firme no Iroman Full para tentar a vaga em Kona, mas o Paulo Leite já reverteu tudo e o nosso foco será no Mundial da Nova Zelândia”, expõe o triatleta venceslauense.