Calouros e veteranos

Universitários iniciam ano letivo em Prudente

BEATRIZ DUARTE - Especial para O Imparcial • 06/02/2018 13:20:18

O clima era de recomeço para alguns e de novidade a outros, no primeiro dia de aula em duas escolas de ensino superior particulares de Presidente Prudente. Animada com a nova fase da vida, Ana Carolina Cabanilla, 18 anos, era uma das calouras do curso de Direito, na Toledo Prudente Centro Universitário. De acordo com a aluna, o desejo pela graduação começou ainda cedo, mas a certeza veio somente no ensino médio. Aos 12 anos, chegou a pensar em fazer Medicina, mas conforme crescia percebeu que não tinha personalidade para a profissão. “Fui lendo artigos, vendo trabalhos e vi que me encaixava no Direito”, diz.

Na escolha de instituição, ela diz que levou em conta a qualidade, as notas recebidas pelo MEC (Ministério da Educação), e as referências no mercado de trabalho. “Acredito que a faculdade vai me preparar para a prestação de concursos públicos, algo que pretendo daqui cinco anos, pois tenho a intenção de um dia delegar e preciso estar preparada”. Já Guilherme Message retornou para mais um semestre do curso de Engenharia Civil, na mesma instituição. “Começo agora o 5º termo, estou ansioso para ver como as coisas seguirão nesses meses”. Já atuante em outras áreas, comenta que escolheu a graduação no curso por gostar muito da área. “Eu gosto de observar todo o processo da engenharia, como as coisas se desenvolvem e crescem, e nunca ficam paradas”.

Na Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), a veterana Fernanda Favaro Senefonte, 24 anos, iniciou o terceiro período do curso de Fisioterapia. Com altas expectativas, ela diz que o termo vigente é um momento decisivo na graduação, no qual as pessoas decidem se desistem ou permanecem. O interesse na área da saúde fez com que a aluna estudasse todas as opções que poderia se encaixar. “Adoro esportes e me movimentar. Então, vi que a fisioterapia cuidava dessa parte e caiu como uma luva”.

Com várias metas para o novo semestre, ela pretende aproveitar todas as oportunidades que a faculdade fornece. “Eu amo meu curso e minha instituição. Eles nos abrem várias portas, desde o primeiro termo, com estágios e pesquisas. Neste ano, eu quero estar mais focada nessa parte, quero ir para as Unidades Básicas de Saúde para poder realizar os serviços”. Questionada sobre qual área pretende se especializar depois da graduação, ela diz que “ainda é cedo” para pensar nisso, pois o curso é abrangente. “Estou escolhendo. Muitos acham que o fisioterapeuta faz apenas massagem. E não é isso, estamos presentes dentro de vários setores, como na oncologia, pediatria e gerontologia”, explica.

Colega de classe, Isabella Francelino, 19 anos, quase virou jornalista, mas encontrou a vocação na fisioterapia e tem certeza que a pediatria é sua escolha dentro da profissão. “Me identifico com o cuidado e amor que as crianças precisam”, fala. Também ansiosa com a chegada do termo mais difícil, ela conta que para passar direto e sem dificuldades tem a intenção de se preparar melhor esse semestre, com resumos diários das matérias lecionadas. “Acho que as pessoas que desejam ingressar no curso devem ter, acima de tudo, amor pelo próximo. A profissão exige isso e as pessoas que necessitam dos cuidados também, principalmente as que recebem tratamento da saúde pública”, comenta.

Veterana do curso de Medicina, Beatriz Malacrida Araújo, 20 anos, diz que nunca pensou em fazer outra graduação e que se prepara para isso desde pequena. Na expectativa para a disciplina de Farmacologia nesse semestre, ela comenta que gosta muito da faculdade, especialmente da interação com alunos e dos professores. Sobre o futuro profissional, a especialização na cardiologia é uma das suas certezas.

 

Recepção

Como boas-vindas aos calouros, todos os anos a Toledo realiza a recepção chamado “Primeiro Encontro com a Toledo”, destinado aos alunos dos períodos diurno e noturno. Com a duração de dois dias, a primeira reunião contou com cerca de 300 pessoas, entre eles pais, estudantes e amigos. Este ano a intenção foi apresentar ao público o Toledo 4.0 Prudente, novo conceito da universidade que trabalha com três fatores: tecnologia, inovação e empreendedorismo. Estiveram presentes a reitoria e professores da universidade. Segundo a assessoria de imprensa da instituição, a meta é inserir essa nova proposta na grade curricular de todos os cursos ofertados. A universidade sempre obtém bons resultados em avaliações do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) e conselhos. O nosso objetivo é preparar ainda mais o profissional para o mercado de trabalho.

Esperando aproximadamente 20 mil alunos entre graduação e pós-graduação, presencial e a distância, a Unoeste informou que a recepção é realizada pelos alunos da graduação como parte das ações do Trote do Bem. Entre elas: doação de sangue e de medicamentos, plantio de árvores, gincanas, corte de cabelo para confecção de perucas a serem doadas aos portadores de câncer, recolhimento de pilhas e baterias que serão levadas ao tradicional Mutirão do Lixo Eletrônico e recolhimento de óleo usado que será destinado à Cooperlix (Cooperativa de Trabalhadores de Produtos Recicláveis de Presidente Prudente), entre outras iniciativas que promovem a integração saudável entre os estudantes.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste