Cedida - Roger assumiu a Prefeitura de Machado em 11 de março de 2019

Foto: Cedida - Roger assumiu a Prefeitura de Machado em 11 de março de 2019

BALANÇO

Um ano do governo de Roger Gasques em Machado

Prefeito afirma que a maior dificuldade da curta gestão foi reorganizar o funcionalismo a fim de diminuir despesas e estancar os processos trabalhistas

  • 28/02/2020 09:26
  • MARCO VINICIUS ROPELLI - Especial para O Imparcial

Desde 11 de março de 2019, Roger Fernandes Gasques (PSDB), 33 anos, ex-vice-prefeito de Álvares Machado, assumiu a principal cadeira do Poder Executivo do munícipio. A partir daí iniciou seu mandato que ainda possui pouco menos de um ano completo.

De qualquer forma, neste período de tempo, Roger acredita que tem trabalhado no melhoramento do município: “Nosso pensamento é positivo, acreditamos na gestão. Nossos enfrentamentos geram resultados. O município está financeiramente tranquilo, estamos cumprindo com nossos compromissos. Temos muito a melhorar e muitos objetivos a alcançar. Estamos caminhando para isso”, salienta.

Quando comenta o resultado dos enfrentamentos, o prefeito machadense se refere às principais dificuldades que a cidade precisa superar. “Encontramos o município com grande comprometimento da receita em folha de pagamentos e muitas ações trabalhistas, além de poucos recursos. A maior dificuldade foi reorganizar o funcionalismo, a fim de diminuir despesas com o pessoal e estancar os processos trabalhistas, readequação de quadro, tanto de comissionados quanto de concursados”, aponta Gasques.

REALIZAÇÕES DO

MANDATO ATUAL

Mesmo com pouco tempo à frente do Executivo, o prefeito Roger Gasques elencou obras e aquisições em diversos setores da administração pública. No geral, destaca-se a utilização frequente de recursos próprios, como em outros municípios. “Cada vez mais os municípios assumem a responsabilidade, isso devido à falta de apoio das esferas federal e estadual. Infelizmente, estamos na ponta, próximo do problema, próximo da população, e temos que absorver e atender as necessidades do povo”, enfatiza.

Na infraestrutura, Roger destaca pavimentações em trechos do Parque dos Pinheiros, reforma da Emeif (Escola Municipal de Ensino e Instituto Fundamental) Álvares Machado, do velório municipal e do Parque dos Pinheiros, melhoramentos no cemitério municipal, construção de praça no Conjunto Habitacional Antônio Prado, troca de iluminação por lâmpadas led na Rodovia Arthur Boigues Filho, instalação de iluminação na Avenida José de Alencar, substituição da iluminação na Avenida das Américas, instalação de cinco academias ao ar livre, e construção de três faixas elevadas no município, todos com recursos próprios.

Ainda no setor, houve realizações em parceria com esferas estadual e/ou federal. O prefeito aponta a assinatura de um convênio para construção da ponte do Km 4, por intermédio do deputado estadual Mauro Bragato (PSDB), adequação de estrada do bairro Quinta Escola e aquisição de um novo compactador de lixo.

Na saúde, também com apoio de emendas federais, foram adquiridos oito veículos para a Secretaria de Saúde, três aparelhos para exames de eletrocardiograma, além da compra de 247 itens para a secretaria, como um aparelho de raio-X odontológico, um eletrocardiógrafo, oito oxímetros de pulso, um reanimador pulmonar infantil, sete reanimadores pulmonares adulto, dois fotopolimerizadores de resinas e outros. Na área cultural, por sua vez, Roger cita a ampliação do Projeto Fanfarras Municipais.

Como projetos para 2020, o prefeito ressalta que estão em andamento importantes projetos de recape, prolongamento e duplicação de vias, com recursos provenientes de emendas estaduais, federais, recursos próprios e convênios com bancos.