Foto: Marcio Oliveira, Isaias, torcedor do Corinthians, garante que foi merecido o título

Torcedores avaliam desfecho do Brasileirão

 06/12/2017  - JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial

A A A

O Brasileirão chegou ao fim no domingo, com todos os jogos sendo disputados às 17h. O campeão já estava definido, o Corinthians. Palmeiras, Santos, Grêmio e Cruzeiro já se classificavam para a Libertadores de 2018, mas ainda não sabiam em qual posição terminariam. Chapecoense, Atlético (MG) e São Paulo também tinham chances de alcançar uma vaga na competição. Atlético (GO) já se encontrava rebaixado ao lado da Ponte Preta. Até que às 19h todos já sabiam o fim da cada um. Chapecoense conseguiu dar a volta por cima e está na pré-Libertadores. Avaí e Coritiba não conseguiram escapar da Serie B. Palmeiras ficou na segunda posição seguido de Santos, Grêmio, Cruzeiro, Flamengo e Vasco. O São Paulo, mais uma vez, está fora da Libertadores. Mas enquanto tudo isso acontecia, em Presidente Prudente a torcida prudentina acompanhava os desfechos.

Fomos ás ruas saber o que os torcedores acharam deste final. Sobre o Corinthians campeão, a opinião foi unânime e se resume à fala de Isaias Farias. “Totalmente merecido! Despontou na frente no primeiro turno. Após, deixou que os times encostassem, mas quando precisou se afastar novamente, conseguiu”. Para completar, Emerson Luiz elogia a consistência da equipe corintiana. “O time pode ter um elenco forte, como Palmeiras, Cruzeiro, Flamengo, mas se não for consistente durante o campeonato todo, não vence”, avalia.

Para a torcedora do São Paulo, Isabela Souza, alguns times deixaram a desejar, não só no campeonato, como na temporada. “Esperava mais de alguns times nas últimas rodadas, já que eram decisivas, mas foi apresentado o que cada equipe apresentou durante o ano”. Para ela, vale ressaltar a campanha da Chapecoense, que conseguiu vaga para na pré-Libertadores, após um ano de renascimento. “Vale ver com bons olhos a campanha da Chape, que conseguiu se reerguer depois da tragédia, se classificando como mais um efeito histórico”, conta. Valdeci DiPaulo também elogia a equipe catarinense. “Mostra que tem jogadores que respeitam a camisa e que jogam pra valer. Respeitaram a história daqueles que não se encontram mais aqui”, comenta.

 

Emoção

Por conta de o campeonato ter decidido o campeão antecipadamente, Marco Taipeiro resume que foi um desfecho calmo para apenas um clube. “Foi uma mistura de calmaria, porque a disputa do campeão terminou antes, fora essa parte do título, foi bem emocionante as disputas para classificação e para escapar do rebaixamento”, conta.

O campeonato agradou a grande maioria, principalmente quando as vagas para a Libertadores aumentaram e deram uma vontade a mais para as equipes que já estavam desacreditadas. “Mesmo achando ruim esta mudança, em que muitos times vão para a Libertadores, acabou sendo bom. O campeonato ficou mais dinâmico, teve disputa até a última rodada para tudo”, explica Emerson Luiz.

 

Parte de baixo

O campeonato terminou com Atlético (GO), Ponte Preta, Avaí e Coritiba rebaixados. Os torcedores destes times não estão feliz, mas para Marco Taipeiro, corintiano, um lado chamou atenção e o agradou. “Esse ano não caiu nenhum dos times nordestinos, o que é bem interessante, e também subiu alguns”. Os times que disputaram a Série B deste ano e conseguiram vaga para a Série A de 2018 foram: América (MG), Internacional, Paraná e Ceará.

 

Comentário