COPA DO BRASIL

Situação do Prudentão afasta jogo do Santos

Má condição do estádio desagradou equipe, que cogitava enfrentar o Luverdense em PP

JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial • 03/05/2018 21:35:00

Foto: Arquivo - Situação do gramado e a redução da capacidade do Prudentão fizeram santistas desistirem

Na tarde de ontem, uma notícia pegou de surpresa os torcedores santistas de Presidente Prudente. Segundo informações do site “Gazeta Esportiva” confirmadas pela reportagem, o Santos Futebol Clube cogitava trazer a partida da próxima quinta-feira, contra a equipe do Luverdense, válida pela Copa do Brasil, para o Estádio Municipal Paulo Constantino, o Prudentão. Mas, por conta da atual situação do local, o clube desconsiderou essa possibilidade e confirmou o confronto para Vila Belmiro.

Em contato com a Assessoria de Imprensa do Santos a versão foi confirmada. “A direção não gostou do que encontrou, por isso tiramos a possibilidade de [o jogo] acontecer. Fomos sim, observar qual a possibilidade e situação do local, mas não nos agradou”, afirma por meio de nota. Segundo a direção do alvinegro praiano, o que mais chamava atenção era a capacidade total do estádio, mas conforme o clube o local está barrado pelo Corpo de Bombeiros e só poderia abrigar 20 mil pessoas. “A capacidade máxima é de 45 mil, mas só poderíamos usar 20 mil, e isso não nos agradou”, explica.

Uma chance ainda teria sido dada pelo clube para realização deste, ou de outros jogos, caso a Prefeitura fizesse os ajustes necessários. “A responsabilidade é deles [Prefeitura], por isso falamos sobre isso e os reparos necessários. Mas é muito difícil acontecer, então cancelamos a ideia. Quem sabe mais pra frente”, reforça o clube.

Pelos lados da Prefeitura, Mauro Aoqui, assessor da Semepp (Secretaria Municipal de Esporte), afirma não ter recebido contato de ninguém da equipe santista e ainda diz que o assunto se trata de “boato”. “Não chegou nada até nós. Aliás, já é o segundo boato neste ano, até o Botafogo iria vir. Mas não temos condições de bancar alguma reforma, nossa prioridade é saúde e educação”, ressalta. O fato de não poder fazer uso da capacidade máxima de público foi confirmada pelo assessor. “Não está liberado pelos bombeiros, apenas o lado verde”, confirma. O último jogo com equipes de renome nacional realizado no estádio foi a goleada por 4 a 1 do Água Santa diante do Palmeiras, em março de 2016, pelo Campeonato Paulista.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste