Foto:

Sistemas de Informação e saúde

  • 07/06/2019 04:30
  • Mario Augusto Andreta Carvalho

Que a tecnologia está melhorando continuamente a qualidade de vida do ser humano, aposto que você não possui nenhuma dúvida, correto? Todos os dias, novos passos são dados em busca do desenvolvimento de novas vacinas, medicamentos, tratamentos e procedimentos para obtermos a curas para diversas doenças.

O fato é que a tecnologia avança e com ela, traz ao usuário uma expectativa de vida cada vez maior. Vamos aos exemplos? Tenho certeza de que com eles, você vai conseguir entender melhor sobre o que estou falando.

Você sabia que para os diabéticos, já existe uma forma de medir a glicose no sangue sem a necessidade de fazer aquela “picadinha” no dedo?

É verdade!

Ou então, para os pacientes que possuem problemas cardíacos, já adianto que existe um relógio digital que monitora os batimentos do coração em tempo real e emite alertas instantâneos quando há batimentos irregulares.

Legal, né?

É, sem dúvida nenhuma a tecnologia é uma grande aliada na busca cada vez maior por soluções em todos os aspectos, principalmente em torno da otimização e melhores condições de saúde.

Por isso eu lhe pergunto, você já ouviu falar em impressão 3D?

Além de miniaturas de prédios, carros e outros enfeites e adereços, saiba que esse recurso está sendo amplamente utilizado para impressão e criação de réplicas físicas do corpo humano.
Você já pensou em poder imprimir um braço ou uma perna mecânica e fazer com que pessoas que tenham sofrido acidente ou outros traumas voltem a andar ou a se movimentar normalmente?

Pois bem, isso já funciona e muito bem, viu? Mas, como funciona a impressão em 3D?

3D significa 3 dimensões. O primeiro passo da criação para obter uma impressão 3D é o desenvolvimento do projeto do objeto que você deseja imprimir no computador.

Com a ajuda de um software de edição em três dimensões, você poderá fazer praticamente o que quiser, sendo que o único limite é a sua imaginação.

Assim que o modelo tridimensional estiver pronto, é preciso enviá-lo para o software da impressora para que você possa definir as características principais, como as dimensões e a “resolução” da imagem, que é medida pela espessura das camadas sobrepostas no momento da impressão. Quanto mais detalhes, melhor será a qualidade do objeto, porém maior será o tempo de impressão.

Uma curiosidade é que uma impressão de um objeto em 3D contendo 10 centímetros de altura poderá demorar de 5 a 20 horas para ficar pronto. É claro que isso vai depender da quantidade de detalhes e até o modelo da impressora 3D.

 

ÚLTIMAS DO AUTOR