Marcio Oliveira - Trecho próximo da praça de Bernardes é alvo de críticas de motoristas ouvidos

Foto: Marcio Oliveira - Trecho próximo da praça de Bernardes é alvo de críticas de motoristas ouvidos

Serviço mais caro

Sindicato prevê repasse de reajuste aos clientes do transporte de cargas

Previsão é que aumento nos valores ocorra ainda nesta semana, após alta em diversos pedágios; motoristas reivindicam melhorias na via

  • 08/01/2019 08:58
  • GABRIEL BUOSI - Da Reportagem Local

Desde o dia 31 de dezembro, os motoristas que trafegam pela região de Presidente Prudente, na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), já pagam mais caro ao passar pelas praças de pedágio de Caiuá, Presidente Bernardes, Rancharia e Regente Feijó, já que, na ocasião, a Cart (Concessionária Auto Raposo Tavares) divulgou novos valores nas tarifas, que chegam a 7,57% de reajuste. A reportagem ouviu motoristas, que não aprovam a alta, já que “há buracos e ondulações na pista” que dificultam o tráfego. O Sindicato de Transporte de Cargas de Presidente Prudente e Região expõe que nos próximos dias os aumentos serão repassados aos clientes. “Não conseguimos bancar isso sozinhos”, diz o presidente Antônio Carlos Fernandes.

O motorista de 53 anos, Ailton da Silva, foi um dos profissionais ouvidos pela reportagem. Questionado sobre os aumentos do último dia do ano, ele informou estar “revoltado”, já que as condições da via o trouxe prejuízos naquele dia. “Enquanto eu trafegava pouco depois do pedágio de Bernardes, meu pneu bateu em um buraco e estourou. Tive que trazer o veículo até Prudente para o reparo, que me custou R$ 1.460 e que saiu do meu bolso”. Vindo de Mococa (SP) e seguindo para Presidente Epitácio, ele afirma não ter sido a primeira que vez que foi surpreendido com problemas no caminhão.

Deogival de Lima, 70 anos, por sua vez, relata que saiu do Mato Grosso do Sul e seguia para a capital paulista, momento em que parou em um posto de combustível para descansar. Em conversa com a reportagem, disse não aprovar o aumento nos pedágios, já que o trecho entre Presidente Epitácio e Presidente Prudente é “o pior da região toda”. “São muitas ondulações na pista e isso traz mais manutenções para nossos veículos. Já passei por tantas regiões desse país, com valores iguais ou até menores e com condições de tráfego muito superiores”, conta. O motorista de Martinópolis, Osni José da Rocha, 63 anos, seguiu o mesmo pensamento e ressaltou ainda que o aumento “é abusivo”. “Repasses nunca são bem-vindos no nosso bolso. Queríamos pelo menos um bom retorno”.

O presidente do Sindicato de Transporte de Cargas de Presidente Prudente e Região lembra que mesmo que de forma não muito expressiva, será necessário um repasse dos novos valores aos clientes da região, o que deve ocorrer já nesta semana. “Sem dúvidas traz reflexos negativos, mas antes disso devemos nos reunir e ver quais impactos teremos. Para transportadores, esse aumento é horrível, pois só traz prejuízos ao frete, mas devemos nos próximos dias tomar providências junto à Artesp [Agência de Transporte do Estado de São Paulo]”.

Histórico

O percentual informado de 7,57% é relativo ao valor pago em Rancharia, que foi de R$ 6,60 para R$ 7,10, no que tange ao pagamento para veículos de passeio e comercial/eixo, conforme noticiado. Em Caiuá, o valor foi de R$ 6,60 para R$ 7 (+6%); Presidente Bernardes, de R$ 8,80 para R$ 9,40 (+6,81%); e Regente Feijó, de R$ 6,70 para R$ 7,10 (+5,97%). Lembrando que, em todos os casos, a cifra para motocicletas é metade do valor, ou seja, o percentual de aumento é igual.

Por meio de nota, na ocasião, a concessionária esclareceu que os novos valores de tarifas foram aprovados pela Artesp “e correspondem aos reajustes anuais de tarifas previstos para os anos de 2013 e 2014, que não foram integralmente concedidos à época”.

 

“Intervenções mais profundas”

A Cart, por meio de nota, reafirma seu compromisso com a qualidade dos serviços oferecidos e a segurança dos usuários e lembra que desde 2018 executa o Programa de Restauração de Pavimento nas rodovias que administra, quando já realizou melhorias em 1,5 milhão de metros quadrados, onde atua com 13 equipes de pavimentação em diversos pontos da SP-270, entre os km 381 e 654, nos municípios de Ourinhos, Salto Grande, Ibirarema, Cândido Mota, Regente Feijó, Presidente Prudente, Álvares Machado, Presidente Bernardes, Santo Anastácio, Piquerobi, Presidente Venceslau, Caiuá e Presidente Epitácio. “Para 2019, está prevista a continuidade deste programa, com intervenções mais profundas e reciclagem do pavimento em pontos já mapeados para a nova fase”.

NOVOS VALORES NAS PRAÇAS DE PEDÁGIO

Tipo de veículo

Caiuá

Presidente Bernardes

Rancharia

Regente Feijó

Veículo de passeio

R$ 7,00

R$ 9,40

R$ 7,10

R$ 7,10

Moto

R$ 3,50

R$ 4,70

R$ 3,55

R$ 3,55

Comercial/eixo

R$ 7,00

R$ 9,40

R$ 7,10

R$ 7,10

Fonte: Cart