Arquivo  - Com o pior cenário, indústria enfrenta crise há pelo menos três anos, expõe Ciesp

Foto: Arquivo - Com o pior cenário, indústria enfrenta crise há pelo menos três anos, expõe Ciesp

EMPREGO EM JULHO

Setores fecham com saldo negativo de 149 vagas em PP

De acordo com dados do Caged, liberados ontem, foram 1.709 admissões contra 1.858 demissões; retração foi de 0,24%

  • 24/08/2019 08:49
  • THIAGO MORELLO - Da Redação

O Brasil fechou o mês de julho com saldo positivo no nível de emprego, num superávit de pouco mais de 43 mil novos postos de trabalho. Mas a cidade de Presidente Prudente vai à contramão do país, ao avaliar os dados do Caged (Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados) que expõe os dois cenários mensalmente. No último mês, juntos, os oito setores analisados pelo cadastro fecharam com déficit de 149 vagas de emprego. O produto foi resultado das 1.709 admissões contra 1.858 demissões.

Para chegar à cifra, como de praxe, o cadastro analisa os oito seguintes setores: administração pública, agropecuária, comércio, construção civil, extrativa mineral, indústria, serviços industriais de atividade públicas e serviços (veja tabela). Juntos, ao emitirem o saldo negativo, o número é equivalente à retração de 0,24%.

À frente, no pior cenário, e como tem sido nos últimos meses, está a indústria, que sozinha, fechou o período com saldo de negativo de 106 postos de trabalho. Sobre isso, o diretor regional do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), Wadir Olivetti Júnior, entende e volta a afirmar que o setor está sofrendo com a crise financeira há pelos menos três anos, por conta da baixa no consumo. Para ele, a aprovação da reforma da Previdência é o que pode melhorar esse cenário.

E entre os setores, ao serem analisados separadamente, apenas um setor fechou positivo: agropecuária, saldo de 12 vagas. O presidente do Sindicato Rural de Presidente Prudente, Carlos Roberto Biancardi, detalha que “mesmo que seja baixo”, ainda é algo para comemorar. “Isso é sinal de que o setor não está demitindo, mas mantendo os empregos existentes, com uma oscilação positiva até. A gente espera que nos próximos meses as coisas melhorem mais”, completa.

NÍVEL DE EMPREGO EM PRESIDENTE PRUDENTE - JULHO

SETORES

TOTAL ADMISS.

TOTAL DESLIG.

SALDO

VARIAC. EMPR % *

Extrativa mineral

0

0

0

0,00

Indústria

222

328

-106

-1,02

Serv. Indust. de Util. Pública

6

7

-1

-0,13

Construção civil

140

144

-4

-0,23

Comércio

489

494

-5

-0,03

Serviços

823

867

-44

-0,14

Administração pública

3

4

-1

-0,08

Agropecuária

26

14

12

2,05

TOTAL

1.709

1.858

-149

-0,24

Fonte: Caged