Tarabai

Servidores declaram estado de greve em protesto a atrasos

De acordo com Sintrapp, salários e benefícios não têm sido pagos no dia correto; permanência da paralisação será avaliada a cada dia

THIAGO MORELLO - Da Redação • 11/10/2018 07:38:00

Foto: Arquivo - Luciana: “Continuidade da greve será avaliada a cada dia”

Os servidores públicos de Tarabai declararam estado de greve a partir de hoje. De acordo com o Sintrapp (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Presidente Prudente e Região), a ação é em resposta aos “frequentes atrasos” ocorridos no pagamento do vale-alimentação e dos salários dos trabalhadores. No município, há quase 300 funcionários públicos.

Segundo a presidente do sindicato, Luciana Telles, a necessidade de parar foi decidida e orientada na última segunda-feira, durante assembleia com os sindicalizados. “O Sintrapp tem cobrado e buscado alternativas junto à administração para garantir os direitos dos servidores, porém, a Prefeitura não tem resolvido a situação”, explica. Ela completa que, a cada mês, os trabalhadores passam por “transtornos”, tendo que conviver com a dúvida e juros no pagamento de dívidas.

No início da tarde de ontem, o Sintrapp chegou a sinalizar que o pagamento referente ao mês de outubro havia sido liberado aos servidores. “No entanto, nós tentamos contato com a Prefeitura para ter um posicionamento em relação ao vale-alimentação, mas não obtivemos respostas”, completa Luciana. Sendo assim, a classe decidiu por manter com a greve.

O sindicato chegou a emitir um comunicado à população, pedindo, de antemão, desculpas pelos possíveis transtornos a serem ocasionados com a paralisação. “Mas, após várias tentativas de negociação do sindicato junto à administração para garantir nossos direitos, não tivemos avanço. Assim, não vimos outra solução se não a greve”, pondera.

Questionada, Luciana garante que não há um tempo estimado da duração da greve, mas a permanência, a continuidade ou não com a paralisação será avaliada no final de cada dia. Mas já para segunda-feira, a presidente ressaltou a presença dos funcionários públicos na sessão ordinária da Câmara Municipal, a fim de discutir a situação.

Sem resposta

Assim como o Sintrapp, a reportagem entrou em contato com o Poder Executivo de Tarabai, mas não conseguiu contato até o fechamento dessa edição.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste