CORREIOS

Serviços postais estão mantidos nos distritos

Estatal informou a O Imparcial que decidiu por continuar realizando o transporte, para não prejudicar o atendimento às 5 mil pessoas que vivem nos distritos de Presidente Prudente

  • 16/10/2019 09:18
  • GABRIEL BUOSI - Da Redação

Após surgir a notícia de que os Correios deixariam de fazer as entregas de correspondências nos distritos de Presidente Prudente a partir de 1ª de novembro, e de a Prefeitura informar para a reportagem que analisaria as medidas a serem tomadas com a finalidade de evitar tal ação, a estatal informou a O Imparcial que decidiu por continuar realizando o transporte, para não prejudicar o atendimento às 5 mil pessoas que vivem nos distritos do município.

Antes mesmo do anúncio, a Prefeitura havia comentado que entraria com um mandado de segurança, pois entendia que a partir do momento que se “detém o monopólio de um determinado serviço”, ele não poderia ser interrompido. “Desta forma, e tendo ciência de que essa população não pode ficar desassistida, caso não haja sucesso no mandado, o Executivo analisará as medidas a serem tomadas”.

Ocorre que, logo em seguida, os Correios informaram que a agência comunitária dos distritos continuaria a receber o transporte dos objetos, recuando da medida. Ressaltou, no entanto, que este tipo de agência tem como intenção a prestação de serviços postais básicos aos moradores de localidades rurais ou de pequenos distritos, em uma parceria com as prefeituras.