Paulo Miguel - Foi permitido que cada visitante levasse um livro da editora Senac

Foto: Paulo Miguel - Foi permitido que cada visitante levasse um livro da editora Senac

CONHECIMENTO

Senac abre as portas para população de PP

Objetivo foi divulgar o “Jeito Senac de Educar”, com 30 atividades ofertadas ao público, entre oficinas profissionais, rodas de conversas e ações práticas

  • 01/09/2019 06:49
  • PEDRO SILVA - Especial para O Imparcial

O sábado foi de portas abertas no Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) de Presidente Prudente. O “Casa Aberta” é um evento promovido pelo órgão para criar contato entre a população e a instituição. O objetivo foi divulgar o “Jeito Senac de Educar”, com 30 atividades ofertadas ao público, entre oficinas profissionais, rodas de conversas, ações práticas e campeonatos de jogos eletrônicos.

A gerente da unidade, Rita de Cássia Holanda, explica que o dia é institucional e acontece simultaneamente em todas as unidades do Estado de São Paulo. “Hoje nós falamos que as portas estão abertas a toda a comunidade, mas na verdade elas estão sempre abertas”, pontua. “O evento abre um leque para a população da cidade e da região, sem nenhuma restrição, para conhecer o jeito do Senac”, explica Rita. A ação foi totalmente gratuita, mas algumas oficinas necessitavam e inscrição prévia, pelo número limitado de vagas.

A gerente comentou que os visitantes encontrariam uma recepção calorosa e diversificada. Ela ressaltou a importância das conexões feitas no evento. Uma das atividades foi a iniciação e criação de um perfil na rede social LinkedIn, que permite contato entre trabalhadores e empresas.

Atividades

Foram ofertados no local atendimentos estéticos, massagens, oficinas de tecnologia, impressões 3D, campeonatos de jogos eletrônicos, aroma terapia, roda de conversas, ações para empreendedorismo e distribuição gratuita de livros e sorvetes. Foi também disponibilizado um espaço kids, para que os pais pudessem aproveitar as atividades com seus filhos se divertindo.

A gerência esperava por volta de mil pessoas durante as seis horas do ação. Workshops de artesanatos e oficinas de fotografias faziam parte da área artística do evento. “Essa já é a segunda edição que eu venho e o Senac conta um número de atividades que é gigantesco e bem interessantes”, comenta o professor Marcelo Lopes, de 32 anos, que estava animado com a doação gratuita de livros da editora Senac.

Os amantes de jogos eletrônicos foram reconhecidos na ação. O maior colecionador de videogames do Brasil, Alex Mamed, participou de conversas com os gamers. Também foi feita um troca coletiva de jogos, campeonato de League of Legends (Riot Games) e experiência coletiva de Pokémon Go (Niantic Games).