São Paulo ganha novos investimentos empresariais

  • 21/09/2019 04:00
  • Contexto Paulista

Esta semana rendeu algumas boas notícias para a economia paulista. Investimentos empresariais de vulto significam confiança a médio e longo prazos, mais empregos e dinheiro em circulação via fornecedores que se alimentam da produção em grande escala. Uma das novidades veio de Aichi, Japão. A Toyota do Brasil anunciou projeto para aplicar aproximadamente RS 1 bilhão em sua planta de Sorocaba, no Interior Paulista, com vistas à fabricação de um novo carro a ser comercializado em 2021. Perto de 300 empregos diretos serão gerados. Em missão comercial pelo país, o governador João Dória fez o anúncio, ao lado de executivos da empresa. A Toyota, há 61 anos no Brasil, possui fábricas também em São Bernardo do Campo, no Grande ABC, e Indaiatuba, a meio caminho entre Sorocaba e Campinas, além de um centro de distribuição de peças em Votorantim na região metropolitana de Sorocaba. A sua rede de concessionárias abrange 236 unidades no País. Em abril, a montadora japonesa havia anunciado R$ 1,6 bilhão para o Corolla com motor elétrico e tecnologia flexfuel na fábrica de Indaiatuba. O carro é considerado o mais limpo do mundo no que se refere a lançamento de poluentes na atmosfera. Em Sorocaba, onde movimenta um parque de 11 empresas fornecedoras de peças, a multinacional prosseguirá a fabricação dos modelos Etios e Yaris.

No ABC

Presente em São Caetano do Sul desde a década de 1980, a Siemens Digital Industries Software, uma das líderes mundiais em soluções de digitalização para o mercado, mudou-se na própria cidade. Com isso, conseguiu modernizar as instalações, que passaram a ter a certificação verde. “Estar presente em São Caetano é importante para nós, pois o acesso aos principais aeroportos e estradas é relativamente fácil e com pouco fluxo de trânsito”, disse Allyson Faria, diretor de marketing América Latina da empresa, para o Diário do Grande ABC.

Basf de olho

Em visita à sede da Basf, em Mannheim, na Alemanha, na confluência do rio Reno, o deputado federal Alex Manente (Cidadania), acompanhado do estadual Thiago Auricchio (PL), informou que  empresa está disposta a adquirir nova empresa para investimentos e geração de mais empregos na região de São Bernardo, onde está instalada. 

Em Piracicaba

Graças o investimento de US$ 200 milhões no desenvolvimento da nova geração da família HB20, a Hyundai, de Piracicaba, começará a entregar este mês ao mercado a nova geração da família HB20. O alvo é brigar em todas as segmentações do mercado de hatches e sedãs compactos, segundo o site especializado Automotive Business. Antes disso, um aporte de R$ 125 milhões em março deste ano aumentou a capacidade de produção da fábrica de 180 mil para 210 mil unidades/ano, incluindo a produção do SUV Creta.

Jornalismo dinâmico

O Imparcial, da Rede APJ, estará de cara nova em algumas semanas. Após 80 anos levando informações a toda a região de Presidente Prudente, o diário passará a ser impresso no formato berliner. “Com isso, o jornal se torna mais moderno, portátil, dinâmico”, afirma o gerente de Marketing, Alberto Deodato. O jornalismo regional continua como foco do jornal, o que possibilita proximidade com a comunidade. “Além de trazer ao leitor os retratos da realidade, a seriedade do jornalismo investigativo, queremos retratar os bons exemplos que inspiram”, afirma o editor-executivo Leandro Nigre. A primeira experiência ao leitor ocorreu com o caderno especial comemorativo aos 102 anos da cidade, no dia 14, produzido no novo formato.

Podcasts em Jundiaí

O Jornal de Jundiaí, também da Rede APJ, estreou este mês seus podcasts, inicialmente na área de esportes, sob o comando dos jovens apresentadores Felipe Cardoso e Thiago Avallone. A ideia é trazer as melhores informações do meio de maneira extrovertida e sempre com um convidado especial para bate-papo e entrevista exclusiva. Em sua primeira edição, o Esportes Cast abordou, entre outros temas, os amistosos da seleção brasileira, a situação do Neymar e o time de futebol da cidade, o Paulista.

Cidades conectadas

Das 100 cidades brasileiras mais conectadas, 47 estão no Estado de São Paulo, segundo o Ranking Connected Smart Cities. A edição de 2019 foi divulgada pela consultoria Urban Systems. Campinas lidera o ranking nacional, com boa avaliação nas áreas de economia, tecnologia e inovação, empreendedorismo, governança e mobilidade. “Campinas fomenta o desenvolvimento tecnológico, tem estrutura e suporte para esse tipo de empresa, e também é um hub de educação, que permite desenvolver capital humano e também pensar soluções e estratégias para a cidade”, diz Willian Rigon, diretor da Urban Systems. Além de Campinas, entre as cidades paulistas estão nos 40 primeiros lugares do ranking nacional, pela ordem, São Caetano do Sul, Santos, Jundiaí, São Bernardo do Campo, Piracicaba, Valinhos, Jaguariúna, Ribeirão Preto, Araras, Sorocaba, São José dos Campos, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Santo André e Indaiatuba.