Cotidiano

São Paulo confirma vocação inovadora

Quase dez anos após ter sido criada, a Desenvolve SP - Agência de Desenvolvimento Paulista - viu crescer gradativamente seu volume de financiamentos para projetos de inovação de PMEs (pequenas e médias empresas) paulistas. Somente entre 2017 e 2018, o aporte aumentou em mais de 30%, devendo ultrapassar a marca dos 60 milhões em desembolsos no acumulado deste ano. Desde 2009, a cifra chega a R$ 171,9 milhões. Desse montante, R$ 9,5 milhões foram destinados para empresas do setor de comércio, R$ 52,2 milhões para indústria, e R$ 110,1 milhões para o setor de serviços. “Incentivamos a inovação na

  • 21/11/2018 04:30
  • Contexto Paulista

São Paulo confirma

vocação inovadora

Quase dez anos após ter sido criada, a Desenvolve SP - Agência de Desenvolvimento Paulista - viu crescer gradativamente seu volume de financiamentos para projetos de inovação de PMEs (pequenas e médias empresas) paulistas. Somente entre 2017 e 2018, o aporte aumentou em mais de 30%, devendo ultrapassar a marca dos 60 milhões em desembolsos no acumulado deste ano. Desde 2009, a cifra chega a R$ 171,9 milhões. Desse montante, R$ 9,5 milhões foram destinados para empresas do setor de comércio, R$ 52,2 milhões para indústria, e R$ 110,1 milhões para o setor de serviços. “Incentivamos a inovação nas PMEs oferecendo condições de crédito favoráveis para que elas cresçam e se tornem cada vez mais competitivas”, afirma Álvaro Sedlacek, presidente da agência. “Esta tem sido nossa estratégia para fomentar a economia do Estado de São Paulo”.

 

Estratégia

A Desenvolve SP passou a operar linhas dedicadas exclusivamente a projetos de inovação a partir de 2013. Em paralelo, para incentivar ainda mais a cultura empreendedora, também passou a percorrer o Estado com os eventos do “Movimento pela Inovação”, que busca fazer a aproximação da produção acadêmica com o mercado. Desde então, os financiamentos para inovação em São Paulo não pararam de crescer. O grande “boom” aconteceu em 2016 e, mesmo com a recessão, a agência registrou um crescimento de quase 50% na busca por crédito para inovação em relação ao ano de 2015. “É também nos momentos de crise que as empresas encontram oportunidade de inovar e ganhar um diferencial”, diz Sedlacek.

 

Serviços se destacam

A startup paulista “Contador Amigo”, do ramo de fintechs, tem como objetivo ajudar o pequeno empresário a fazer a contabilidade da própria empresa, de forma remota, e sem a necessidade de um contador. A ferramenta desenvolvida pela empresa recebeu seu primeiro financiamento em 2016, e hoje é considerada uma das pioneiras do país nesse campo. Outra empresa que desenvolveu uma ferramenta inovadora e ganhou destaque no mercado é a Palo Tecnologia, de São José dos Campos, que criou uma plataforma de comunicação para facilitar o contato das escolas com os pais, melhorando, inclusive, a participação das famílias nas atividades realizadas dentro das instituições de ensino das redes pública e privada.

 

Nova frota

O Programa Frota Nova Municípios, da Desenvolve SP, aplicou cerca de R$ 8,6 milhões este ano em investimentos de 29 municípios paulistas. Os recursos foram utilizados na compra de ambulâncias, ônibus escolares, vans, retroescavadeiras, motoniveladoras e caminhões.

 

De vento em popa

A Pesquisa do Mercado Imobiliário, do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) na cidade de São Paulo, continua apontando crescimento das vendas em relação a 2017. Em setembro, 1.943 unidades foram comercializadas, ante 1.819 unidades vendidas em igual mês do ano anterior – aumento de 6,8%. No acumulado do ano (janeiro a setembro), foram contabilizadas 18.067 vendas, um aumento de 41% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando as vendas totalizaram 12.810 unidades.

 

Mais cultura

A partir de hoje, os interessados pelos eventos culturais no Estado de São Paulo terão mais uma plataforma para acompanhar as ações no setor. A Secretaria Estadual da Cultura fará o lançamento do aplicativo “Sistema Estadual da Cultura”, que poderá ser baixado gratuitamente. O usuário poderá localizar eventos nas cidades paulistas como festivais, concertos, exposições, peças de teatro, shows, musicais, circo, dança, contação de histórias e oficinas culturais, entre outros. As ações não se restringem às promovidas pela pasta da Cultura, mas por todos os produtores que cadastrem as ações na plataforma. O aplicativo também fornecerá informações sobre teatros, museus, bibliotecas, salas de espetáculos e patrimônios históricos. Os usuários descobrirão como chegar aos locais, acessarão fotos e os preços das atividades. “Será muito útil não apenas para os paulistas, mas a todos os brasileiros, diz o secretário da Cultura do Estado, Romildo Campello. “São Paulo é um dos principais destinos turísticos do país, exatamente por sua riqueza e diversidade cultural”.

 

Antidrogas

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara Federal aprovou o projeto que cria o Dia Nacional de Combate às Drogas e aos Entorpecentes e a semana nacional relativa ao mesmo tema. Com isso, 26 de junho passará a ser o Dia Nacional de Combate às Drogas e aos Entorpecentes. O autor da proposta, senador Paulo Paim (PT-RS), diz que a data foi escolhida para coincidir com o Dia Internacional de Luta contra o Uso e o Tráfico de Drogas. Pela proposta, o poder público promoverá eventos destinados a conscientizar a população sobre os efeitos danosos causados à saúde, à família e à sociedade pelo uso e pelo tráfico de drogas ilícitas e de substâncias entorpecentes não-medicamentosas; pelo uso do álcool e do tabaco; e pelo uso inadequado ou sem prescrição médica dos medicamentos psicotrópicos ou entorpecentes.