Divulgação/Ricardo Lima - Grupo campineiro nasceu em 2012 e, desde então, interpreta clássicos do chamado “samba de raiz”

Foto: Divulgação/Ricardo Lima - Grupo campineiro nasceu em 2012 e, desde então, interpreta clássicos do chamado “samba de raiz”

SEXTA DO SAMBA

Samba de Gaveta canta Adoniran Barbosa no Sesc

Crônicas do imaginário paulista são cantadas às 20h30 de hoje; ingressos são liberados a partir das 9h

  • 17/01/2020 05:05
  • DA REDAÇÃO

Na segunda noite de apresentações do Sexta do Samba, o Sesc Thermas de Presidente Prudente revive os sucessos do criador do samba paulista, Adoniran Barbosa, na voz do Samba de Gaveta, que sobe ao palco da Área de Convivência hoje, às 20h30. A entrada é gratuita e os ingressos, limitados, são distribuídos a partir das 9h.

União de amantes da boa música, o grupo campineiro Samba de Gaveta nasceu em 2012 e, desde então, interpreta clássicos do chamado “samba de raiz”. Nos últimos anos, especializou-se em sucessos dos anos 60 a 80, compondo seu repertório por Benito di Paula, Tim Maia, Demônios da Garoa, Beth Carvalho, dentre outros.

“Criamos o Samba de Gaveta porque somos apaixonados por música e porque notamos uma grande carência do público em ouvir as músicas que querem cantar junto”, comenta o integrante, Sinézio Shina.

Formado por Carlinhos Carranca (voz, violão de 6 cordas, cavaquinho, teclado e flauta), Pedro Piezzone (voz, violão de 7 cordas, cavaquinho e percussão), Adilson Pontin (voz e percussão), Sinézio Shina (voz, percussão e violão) e Vanilson Pacce (bateria e percussão), eles homenageiam, agora, o criador do samba paulista Adoniran Barbosa.

CRÔNICAS NARRAM

AÇÕES COTIDIANAS

“Não posso ficar nem mais um minuto com você, sinto muito amor, mas não pode ser. Moro em Jaçanã, se eu perder esse trem, que sai agora às onze horas, só amanhã de manhã...”. Clássico na voz de Adoniran na década de 60 e, depois, regravado pelo grupo Demônios da Garoa, “Trem das Onze” ilustra a saga do rapaz que não pode perder o trem para voltar para casa.

Hoje, substituída por ônibus e metrôs, essa realidade é vivenciada, diariamente, por inúmeros brasileiros, o que não foge à proposta do artista que completaria 110 anos em 2020: cantar situações do cotidiano da gente simples de São Paulo durante a explosão progressista do século 19.

“Somos discípulos do mestre Adoniran e, além disso, admiradores de sua capacidade de retratar, com a máxima pureza, o espírito do povo paulista”, afirma o grupo que, durante a apresentação, comenta e interpreta textos que contextualizam as músicas.

PROGRAMAÇÃO

VAI ATÉ DIA 31

Todos os ingressos são gratuitos e podem ser retirados a partir das 9h do dia de cada show, na Central de Relacionamento, com limite de dois por pessoa. Os shows têm entrada limitada à capacidade do local. Menores de 16 anos devem estar acompanhados do responsável legal, com documentação oficial de ambos. As próximas sextas contam com apresentações do Samba do Silva (24) e Mania de Samba (31).

O Sesc Thermas fica na Rua Alberto Peters, 111, no Jardim das Rosas e o telefone para contato é o (18) 3226-0400. A programação completa, com as informações de cada atividade, pode ser consultada em sescsp.org.br/prudente.

SERVIÇO
SEXTA DO SAMBA
Show
Samba de Gaveta canta Adoniran Barbosa
Data:
hoje
Horário: às 20h30
Local: Área de Convivência do Sesc Thermas
Classificação etária: 16 anos.
Ingressos: são gratuitos e podem ser retirados a partir das 9h (até 2 por pessoa) na Central de Relacionamento. Entrada limitada à capacidade do local.
Menores de 16 anos devem estar acompanhados do responsável legal, com documentação oficial de ambos