Bactéria

Salmonella pode levar a graves infecções alimentares

Alimentos de origem animal, como os ovos, são os principais meios de contaminação; higienização e preparo adequados são fundamentais

IZABELLY FERNANDES - Especial para O Imparcial • 11/10/2018 09:48:00

Com certeza muitos já devem ter ouvido falar da salmonella, mas poucos sabem como essa bactéria atinge o organismo e quais são as possíveis consequências. Ela é uma das causas mais perigosas de infecções alimentares, que se não forem bem tratadas, podem até levar à morte. Ela pode estar presente em vários alimentos, por isso é necessário prezar por uma higiene adequada. Os sintomas costumam a aparecer entre 12h e 48h após a ingestão do alimento contaminado, e depois de 3 ou 4 dias, os sinais tendem a desaparecer, porém, a bactéria pode continuar presente no corpo. 

Segundo o gastroenterologista Marcio Crellis, uma das principais infecções que essa bactéria pode causar é a gastroenterite. Ele explica que os principais sintomas podem ser: mal estar, febre, vômito, diarreia, dores abdominais e desidratação. “Se a pessoa estiver com a imunidade baixa e não realizar o tratamento adequado pode ser acometida por uma infecção generalizada, resultando até em óbito”, alerta. O médico ainda fala que, perante os sintomas, os pacientes devem evitar a automedicação para que não haja uma complicação do caso.

Entre os principais alimentos contaminados está o ovo, pois, de acordo com o especialista, a salmonella faz parte da flora intestinal da galinha. No entanto, ela também pode estar presente em vários outros alimentos de origem animal. O diagnóstico pode ser feito através de exames laboratoriais e identificação de quadros clínicos dos pacientes. Já o tratamento é realizado com o uso de antibióticos de nível hospitalar e soros para evitar os sintomas de desidratação.

Marcio explica que não só em Presidente Prudente, como no Brasil inteiro, a incidência desta bactéria é bastante comum, devido à higiene sanitária “deficitária” presente em alguns locais. “Em países subdesenvolvidos, as ocorrências de infecções alimentares são comuns, devido à falta de planejamento sanitário”. Ele explica que isso ocorre, pois a bactéria também é incidente em alimentos contaminados com fezes.

HÁBITOS PARA PREVENIR A SALMONELLA

- Higienizar adequadamente os alimentos;

- Mantê-los em refrigeração condizente com o tipo do alimento;

- Após manipular ovos, lavar as mãos com água e sabão;

- Prestar atenção na higiene de estabelecimentos ao se alimentar fora de casa;

- Cozinhar ou fritar bem os ovos, para que não fiquem com a gema mole ou crua.

Fonte: Gastroenterologista Marcio Crellis

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste