Cedida/Altino Correia - Rubens Shirassu foi reconhecido como “Cidadão Prudentino”, em 2012

Foto: Cedida/Altino Correia - Rubens Shirassu foi reconhecido como “Cidadão Prudentino”, em 2012

Rubens Shirassu morre em Prudente aos 86 anos

“Cortina de Veludo” foi o programa que o consagrou nas mais antigas Emissoras de Presidente Venceslau e Presidente Prudente

  • 23/07/2019 04:29
  • THIAGO MORELLO - Da Redação

Na noite de ontem, amigos e familiares se despediram do ex-radialista e jornalista Mitsuski Rubens Shirassu, que faleceu aos 86 anos. Além de ser escritor, ator, assessor de comunicação e publicitário, o profissional foi reconhecido como “Cidadão Prudentino”, em 2012.

Como conta um dos amigos e colega de profissão, o jornalista Altino Correia, Rubens foi um dos pioneiros da radiofonia regional e viveu a espetacular fase dos “Anos Dourados” entre 1940 e 1950, quando trabalhou como locutor, cronista, produtor, redator, narrador e intérprete de textos e radionovelas. “É uma perda muito grande não só para família e amigos, mas para todos. Será sempre lembrado por usa história e contribuição”, lamenta.

“Cortina de Veludo” foi o programa que o consagrou nas mais antigas Emissoras de Presidente Venceslau e Presidente Prudente. Rubens também trabalhou pelos jornais A Voz do Povo, Correio da Sorocabana, Folha da Região e A Região. Foi contato comercial de O Imparcial e atuou nas agências de publicidade NIP (Nova Imagem Propaganda), seguida pela Guldy Publicidade, consideradas como as mais antigas de Presidente  Prudente.

O corpo de Rubens Shirassu está sendo velado na casa de velório Athia e será sepultado hoje, às 10h, no Cemitério Municipal São João Batista.