Cedida - Com experiência à frente do Executivo, Volpe está em seu quarto mandato

Foto: Cedida - Com experiência à frente do Executivo, Volpe está em seu quarto mandato

EXECUTIVO MUNICIPAL

Roberto Volpe faz balanço da gestão em Anastácio

Cidade enfrenta as mesmas dificuldades de outros munícipios da região; a baixa arrecadação e prevalência de obras realizadas com recursos públicos demonstram esses desafios

  • 19/02/2020 09:15
  • MARCO VINICIUS ROPELLI - Especial para O Imparcial

Roberto Volpe (MDB), 73 anos, tem experiência à frente da Prefeitura de Santo Anastácio. Iniciou em 2017 seu quarto mandato. Com o vice-prefeito Franklin Ferreira Sanches, Franklin da Seguradora (PSB), conduz a cidade desde então. Nos últimos três anos, a cidade de 20.475 (Censo IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística] de 2010) compartilhou das mesmas dificuldades notadas entre as vizinhas da região.

O prefeito destaca que o maior desafio foi a crise na arrecadação municipal, abaixo do valor confortável para manter o pleno funcionamento da máquina pública, tendo em vista que, ao assumir o Poder Executivo, Volpe afirma ter encontrado dívidas avaliadas em R$ 6 milhões, além de “frota de veículos sucateada, déficit de vagas em creches, obras inacabadas, entre outros problemas”, completa.

PRINCIPAIS OBRAS

DO MANDATO

De acordo com o prefeito de Santo Anastácio, mesmo com as dificuldades enfrentadas nos últimos anos, que atingiram, na verdade, todo o Brasil, a gestão municipal realizou obras importantes para os municípios, das quais destaca a ampliação, reforma e acessibilidade em creches e escolas; reativação da Escola Municipal de Informática; revitalização do Paço Municipal; término e adequação do Centro Cultural de Eventos; reforma e implantação de um portal do Cemitério da Saudade; reconstrução de galerias de águas pluviais e revitalização da sinalização da sinalização horizontal da Rodovia Vicinal José Sanches Postigo. Todos realizados exclusivamente com recursos próprios.

Já em parceria com o governo estadual e/ou federal, a Prefeitura inaugurou a ESF (Estratégia de Saúde da Família) da Vila Adorinda, o Serviço de Acolhimento da Criança e Adolescente, o CCI (Centro de Convivência do Idoso); renovou a frota municipal com aquisição de 20 novos veículos; recuperou estradas rurais; realizou o recapeamento asfáltico de 21.275,48 metros quadrados; adquiriu equipamentos permanentes para a área da saúde e instalou quatro playgrounds e quatro academias em praça públicas.

A prevalência de obras realizadas com recursos próprios demonstra o que é outra preocupação do chefe do Executivo, a falta de aporte das esferas estaduais e federais.

PROJETOS EM

ANDAMENTO

Roberto Volpe antecipa, também, as obras que estão ocorrendo e que são objetivos de 2020, que é o último ano do atual mandato de prefeitos. Com recursos próprios, Santo Anastácio está construindo o Cesp (Centro de Triagem de Materiais Recicláveis e Resíduos Sólidos); sistema de dissipação e prolongamento da rede da galeria de águas pluviais da Vila Moreno; e a troca do piso do Ginásio Municipal de Esportes.

Já com apoio de recursos federais, a Prefeitura está construindo o Cras (Centro de Referência de Assistência Social) de Santo Anastácio.