Reunião discute problemas de assentados da região

Região

| ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

Na tarde de ontem, o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) realizou uma plenária na Câmara Municipal de Mirante do Paranapanema, em que foram debatidos assuntos que envolvem o trabalho dos assentados da região. Com o tema “Situação atual da reforma agrária”, o encontro reuniu cerca de 40 pessoas e contou com a presença de representantes da Afitesp (Associação dos Funcionários da Fundação de Terras do Estado de São Paulo), Itesp (Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo), Câmara Municipal e assentados. Após o encontro, uma conferência municipal ficou de ser agendada.

De acordo com Robson Ivani de Oliveira, analista de desenvolvimento agrário e representante dos servidores do Itesp, a reunião é importante para conhecer os problemas que envolvem o meio agrário e levantar as questões para serem colocadas em pauta.

Durante a reunião, um dos pontos comentados pelos participantes foi o uso de agrotóxicos que as usinas utilizam via aérea que, segundo Robson, impacta negativamente na produção dos assentados. Além deste assunto, políticas públicas e a cadeia produtiva do leite.

Ao final da reunião, ficou estabelecido que será agendada uma conferência municipal para diagnosticar as dificuldades que envolvem os assentamentos, para que sejam tomadas medidas de resolução.

Comente com o editor

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste