RESÍDUOS SÓLIDOS

Representantes discutem plano de operacionalização do Cirsop

  • 10/09/2019 09:19
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Redação

Conforme noticiado por este periódico, no início do mês foi promovida uma assembleia geral extraordinária com representantes do Cirsop (Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos do Oeste Paulista), a qual a partir da aprovação do termo de referência definirá, até março de 2020, qual o plano que indicará a tecnologia que será implementada para operacionalização do consórcio.

Segundo o diretor-executivo do Cirsop, Mateus Martins Godoi, os 10 municípios que fazem parte desse processo estão comprometidos em resolver e solucionar definitivamente as questões ambientais que dizem respeito aos resíduos sólidos e urbanos. “Aprovamos nesta reunião o termo de referência e estamos realizando todas as etapas conforme determina a Lei 12.305/10, que é a base da Política Nacional de Resíduos Sólidos, e que dará um norte para execução do plano, ou seja, exatamente o que deve ser feito”, explica.

Sendo assim, o próximo passo, segundo o diretor-executivo, será a promoção de visitas dos profissionais da FCT/Unesp (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista), campus de Presidente Prudente, que vão produzir um levantamento de que tipo de lixo/resíduo tem em cada município, isto é, as variáveis conforme determina a lei, obedecendo tudo o que diz respeito à questão ambiental do Estado de São Paulo.

Plano

O plano poderá definir, por exemplo, qual será o melhor custo benefício, o programa de roteirização, transbordo, se será cobrada taxa ou não, ou seja, qual será o melhor caminho para que a região possa solucionar efetivamente o processo de operacionalização. “Esperamos que todos os municípios estejam comprometidos com o projeto. Teremos várias audiências públicas para que possamos desenvolver o plano e chegarmos à conclusão efetivamente”. 

O plano terá como auxílio os profissionais da Unesp, Antônio César Leal, Maria Cristina Reizk e Fernando Okimoto, a qual detém conhecimento e tecnologias com relação ao processo de operacionalização. Além disso, preveem parcerias, convênios e terceirizações que serão pautadas dentro da legislação prevista.

Os 10 municípios que pertencem ao Cirsop são: Álvares Machado, Caiabu, Martinópolis, Paraguaçu Paulista, Presidente Bernardes, Presidente Prudente, Rancharia, Regente Feijó, Santo Anastácio e Santo Expedito.