Relembre as provas de resistência mais longas da história do 'BBB 20'

  • 16/01/2020 19:04
  • DA REDAÇÃO

Gabriela Hebling e Paula von Sperling (BBB19) até tentaram, mas não chegaram nem perto de tirar Ana Clara Lima e Kaysar Dadour (BBB 18) do topo do ranking das mais longas provas de resistência do Big Brother Brasil - a dupla da edição de 2018 aguentou quase 43 horas em pé em uma plataforma giratória. 
Com o punho preso ao carro, Gabriela e Paula resistiram a jatos de água, lama, vento e ondas de calor no campo de provas por 24 horas e 50 minutos. A prova terminou com a vitória de Paula, que, além de levar para casa o prêmio de R$ 1,5 milhão ao vencer a última edição, foi a primeira participante a vencer três provas de resistência.

A 20ª temporada do BBB estreia na próxima terça. Enquanto a data não chega, relembre as disputas mais longas da história do principal reality da Globo. 

 

CONFIRA O RANKING

1º lugar: Ana Clara e Kaysar, do BBB 18. Eles resistiram por 42 horas e 58 minutos de pé, em uma plataforma giratória, protegidos por um cinto de segurança. A prova garantia imunidade, e, portanto uma vaga na semifinal do programa, além de um carro zero oferecido pelo patrocinador. Beirando 43 horas de jogo, o apresentador Tiago Leifert precisou encerrar a disputa e decretar empate para preservar a saúde dos competidores. O patrocinador acabou dando um carro para cada um e a produção deixou que os próprios vencedores decidissem com quem ficaria a imunidade. 


2º lugar: Kelly, do BBB 12. A participante ficou 29 horas e 57 minutos dentro de um carro, sem comer nem dormir, superando a baiana Jakeline. No final, as duas se abraçaram e choraram muito.


3º lugar: Kaysar, do BBB 18. Ele é também o dono do terceiro lugar. Na prova em que os "brothers" precisavam colocar e retirar itens do porta-malas do carro, o sírio venceu após 29 horas e 48 minutos de prova. Jéssica, que disputava com ele, não apertou o botão, dando vitória a Kaysar.


4º lugar: Paula, do BBB 19. Primeira participante a ganhar três provas de resistência na história do reality, a mineira venceu a disputa após passar 24 horas e 50 minutos presa pelo punho a um carro, encarando jatos de água, lama, vento e calor no campo de provas ao lado de Gabriela, que acabou desistindo. Quem decidia os desafios pelos quais os 'brothers' e 'sisters' passavam era o público.  


5º lugar: Iran e Inês, do BBB 6. O objetivo da prova era dançar sem parar, e a cada hora, os "brothers" podiam parar por cinco minutos. Nessa prova, a dupla dançou por mais de 24 horas sob sol e chuva, vencendo a competição.


6º lugar: Alberto Caubói, do BBB 7. Em uma das provas mais acirradas do programa, Diego Alemão desistiu, e a liderança ficou com o Caubói. Os dois chegaram a discutir durante a disputa, que durou 21 horas. 


7º lugar: Paula, BBB 19. Ao lado de Carolina, a mineira completou 19 horas e 28 minutos de prova pela imunidade do Superparedão. A dinâmica da disputa consistia em trocar de lugar nos carros e pegar dados gigantes de acordo com a indicação do painel. 


8º lugar: Emilly, do BBB 17. Em prova de resistência que durou 19 horas, os confinados da edição precisavam ficar de pé em uma plataforma e eram espremidos por duas paredes de pedra. Emilly foi a última a deixar a prova. 


9º lugar: Eliéser, do BBB 10. O paranaense venceu a disputa após resistir 19 horas fantasiado de esponja, lavando pratos gigantes toda vez que uma música tocava.


10º lugar: Lia Khey, do BBB 10. Ela resistiu por 19 horas contra Elenita, com quem havia brigado dias antes. As duas ficaram encolhidas dentro de casinhas montadas no jardim, sem comer, beber, dormir e ir ao banheiro. Ao final, se abraçaram e choraram.


11º lugar: André, do BBB 13. O "brother" disputou por mais de 18 horas com Andressa sobre plataformas que giravam, subiam e desciam em uma piscina. A "sister" não aguentou, e com uma crise de choro, desistiu da competição. 

 

DA REDAÇÃO

DA REDAÇÃO

Jornalista da Redação

PUBLICIDADE