Arquivo - Especialista de trânsito fala sobre imprudência no trânsito

Foto: Arquivo - Especialista de trânsito fala sobre imprudência no trânsito

INFOSIGA-SP

Região registra 12 mortes no trânsito em agosto

Dados divulgados também mostram o perfil dos acidentes, quem em sua maioria acometeu a homens e nas rodovias

  • 25/09/2019 12:46
  • THIAGO MORELLO - Da Redação

Os dados do Infosiga-SP, sistema do Governo do Estado, mostra que na região de Presidente Prudente foram registradas 12 mortes de trânsito em agosto. O número é maior que o período anterior, julho, quando foram contabilizadas 15 vítimas, e igual ao mesmo mês de 2018, quando também ocorreram 12 mortes.

O sistema consegue, ainda, traçar o perfil desses acidentes fatais. Por exemplo, nos 12 casos registrados, todos eles foram relativos a óbitos de homens, durante esse período. As colisões representam também as principais causas: oito. E na metade dos casos, seis, foram os condutores que morreram, seguidos por cinco passageiros e um pedestre.

Já no que diz respeito às vias, em nove dos 12 casos, as mortes registradas ocorreram em rodovias da região, e três dentro dos municípios.

Para o especialista de trânsito, Manoel Félix, as causas de acidentes ainda estão ligadas à imprudência dos condutores. Ele frisa que a educação é o que vai promover uma mudança nesse cenário. “As pessoas resistem à mudança de comportamento. Elas sabem que certas atitudes, como dirigir alcoolizado e utilizar o celular no volante, são coisas que podem promover tragédias, mas continuam a praticar”, aponta.

Na análise do especialista, não respeitar o direito de preferência é a principal infração na via urbana, que mobiliza os acidente, ao passo que nas rodovias o excesso de velocidade e a ultrapassagem perigosa são as motivações pricináis.

 

Saiba mais

Ao longo de 2019, os oito meses somaram, ao todo, 88 mortes no trânsito. O número é menor que 2018, quando foram 91. Conduto, mais da metade desses óbitos foram registrados somente nos últimos três meses: 48.