Weverson Nascimento: Tatiana alerta para a importância de se buscar um profissional especialista

Foto: Weverson Nascimento: Tatiana alerta para a importância de se buscar um profissional especialista

Queda de cabelo: queixa que tem solução!  

Dermatologista comenta que homens e mulheres estão sujeitos aos problemas com os fios e que é possível prevenir e tratar este “problema” tão comum

  • 02/02/2020 07:04
  • GABRIEL BUOSI - Da Redação

A queda de cabelo é uma queixa muito mais comum em consultórios dermatológicos do que se imagina e, diferente do que a maioria acredita, não acomete apenas o público masculino. De acordo com a dermatologista de Presidente Prudente, Tatiana Andrade, é preciso entender que nem todas as quedas de cabelo são iguais e que inúmeras são as doenças que podem causar tais queixas. “Importante ressaltar que somente um médico especialista nesta área poderá examinar e dar o diagnóstico do seu problema, por isso a consulta com o dermatologista é fundamental”.

Entre as causas de queda de cabelo, a profissional cita as causas genéticas, como a alopécia androgenética, que atinge mais comumente homens, mas que também pode ocorrer em mulheres. Além disso, Tatiana afirma que é possível também analisar a queda de cabelo causada por algum desequilíbrio no organismo, seja um estresse forte, por exemplo, ou algum pós-cirúrgico ou até mesmo por distúrbios como o da tireoide e anemia. “Ainda podemos ter queda de cabelo causada por doenças autoimunes, quando nosso próprio organismo resolve lesar o cabelo”, exemplifica.

Antes de falar sobre os tratamentos e que fazem toda a diferença neste momento, é válido dizer que há formas de prevenção. Conforme Tatiana, dependendo do tipo de queda de cabelo é possível, se o tratamento for iniciado precocemente, impedir a sua evolução, como, por exemplo, na alopécia androgenética, mais conhecida como calvície. “Pessoas que têm história na família de perda de cabelo devem procurar o atendimento com um especialista caso tenham um aumento na queda ou notem que os cabelos estão ficando mais rarefeitos”, alerta.

 

SOLUÇÕES EFICAZES

FAZEM A DIFERENÇA

O tratamento, por sua vez, depende de cada caso e pode ser proporcionado através de medicamentos para serem tomados ou até mesmo para serem aplicados no couro cabeludo. Algumas quedas, inclusive, permitem a associação de alguns procedimentos que ajudam na recuperação dos fios perdidos, como o MMP (microinfusão de medicamentos na pele) e a aplicação de LED no local. “Com o MMP infundimos medicamentos diretamente no folículo que está doente e ainda contamos com o estímulo do microagulhamento, que ajuda muito na recuperação dos fios”.

Já o LED utiliza de uma tecnologia chamada de Low Level Light Therapy que age sobre a citocromo C oxidase, permitindo a melhor utilização do oxigênio disponível, e aumentando a produção de energia, o que ajuda no crescimento capilar. “O tempo de tratamento depende muito de cada caso, nas causas genéticas o tratamento pode durar a vida toda”, finaliza Tatiana.

SAIBA MAIS

A dermatologista Tatiana Andrade lembra que há riscos em se usar receitas caseiras para a queda de cabelo, como os famosos usos de vinagre de maça e babosa, por exemplo. Para ela, é preciso tomar cuidado já que além de não melhorarem a situação, elas podem levar à irritação do couro cabeludo e dermatites que podem, inclusive, piorar a queda. “Por isso, converse sempre com o seu dermatologista antes de fazer o que o amigo te indicou”.