Dia Internacional

Que mudança você espera para mulher hoje?

  • 08/03/2019 10:00
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Reportagem Local

Neste dia 8 de março Dia Internacional da Mulher, selecionamos 24 mulheres, Marias, Quitérias, da Penha e Silva para trazer uma mensagem representando a força, empoderamento, garra e poder feminino. Veja as mudanças que as prudentinas esperam, afinal já dizia a canção "Respeita as Minas" da cantora Kell Smith: "Que possa soar bem, correr como uma menina, jogar como uma menina, dirigir como menina, ter a força de uma menina".

 

Bianca Santana Costa

18, VENDEDORA

“Que a mulher tenha mais espaço no mercado de trabalho e que ela não seja vista pelo machismo”

 

Ivone Alcântara

48, Caixa

“Mais respeito”

Gisele de Freitas Peixoto

32, ATENDENTE

 “Respeito, porque ultimamente falta respeito para com a mulher”

 

 

Elislaine Viane

36, CABELEIREIRA

 “A gente já luta muito. Eu acho que a consciência masculina em relação à mulher que tem que mudar”

Thais da Silva Vieira

31, VENDEDORA

“Que a mulher tenha mais oportunidade, espaço, pois já tem mais precisa ter mais, ainda tem muita discriminação”

Ana Marina da Silva

46, DO LAR

 “Eu espero mais respeito, consideração”

Vilma de Souza Pereira

69, APOSENTADA

“Melhora em tudo, no emprego, no dia a dia, precisamos ser respeitadas”

 

Simone Linhares de Oliveira

32, AUXILIAR DE SERVIÇOS

“A mulher tem que ser mais valorizada, temos que ser respeitadas em tudo.”

 

Ana Barboza da Silva,

55, AUXILIAR GERAL

“Eu espero que todos os dias seja um dia espacial, que Deus nos abençoe.”

 

Angela Maria da Silva Toso,

50, FUNCIONÁRIA PÚBLICA

“Que tenha menos violência contra a mulher. Estamos passando por um momento difícil. Precisamos de respeito!”

 

Aparecida Carvalho,

54, AUXILIAR DE ENFERMAGEM

“Espero mais respeito e consideração, a mulher esta sendo vítima de muita violência. A gente espera que tenha melhoria e respeito.”

 

Gisele Aparecida Alves

46, AUTÔNOMA

“Que a gente consiga quebrar primeiramente essa barreira financeira de homem ganhar mais que mulher. Precisamos de igualdade e paz, o resto a gente é correr atrás.”

 

Dalila Rodrigues Gregório

69, APOSENTADA

“Muita paz, amor e felicidade, que vivamos em paz como todos.”

 

Rosimeire Timóteo Gomes Santos

42, CABELEIREIRA

“Eu espero mulheres mais sábias. Que em 2019 a gente se destaque mais no trabalho e que possamos investir mais nas nossas vidas pessoais e cuidar da nossa família”

 

Alexea Souza

18, ESTUDANTE

“Que a mulher seja mais reconhecida pela sua independência porque essa já foi conquistada.”

 

Adriana Dias de Souza

45, PROFESSORA

“Eu espero um ano de valorização profissional, financeira e condições de trabalho. Sou professora e tenho amor pelo meu trabalho. Precisamos, de modo geral, de valorização”

 

Tamires Aires Medeiros

30, VENDEDORA

“Igualdade! Seria o mais importante em todos os sentidos - empregos, oportunidades e estudos”

 

Alzira Aires Medeiro

70, DO LAR

“Mais respeito com as mulheres, mais dignidade e igualdade. Todas nós precisamos disso, afinal, somos todos iguais”

 

Adriana Maria Paris Trombeta Justino

36, AGENTE DE FISCALIZAÇÃO

“Que os governos pensassem com mais amor e carinho, porque está difícil. Hoje em dia, muitas mulheres são mães e pais e fazem de tudo. Então, a carga em cima da mulher é bem maior”

 

Cleidemar Gomes

52, DIARISTA

“Somos mulheres e também cidadãs”

Adélia Telles Rosa

72, APOSENTADA

“Eu espero que a mulher seja mais respeitada porque as notícias hoje em dia é da mulher sendo morta, espancada ou vitima de violência doméstica. Precisamos de igualdade!”

 

Isabella Miranda

16, ESTAGIÁRIA

“Eu espero mais espaço para as mulheres, mais respeito. Todas nós precisamos estar em estado de igualdade”

Renata Rodrigues

33, VENDEDORA

“Eu espero um ano de menos violência contra a mulher, pois o termino de relacionamento hoje em dia proporcionam noticias tristes relacionadas a nós mulheres. Precisamos de respeito!”

Fernanda Cristina da Silva

33, AUTÔNOMA

“Que a mulher seja mais independente financeiramente; sair mais para trabalhar e não depender dos outros”