Cedida/Rogério Kawaguti Corazza - Equipe disputou sete jogos na competição, com seis vitórias e um empate

Foto: Cedida/Rogério Kawaguti Corazza - Equipe disputou sete jogos na competição, com seis vitórias e um empate

INVICTOS

Prudentinos vencem Copa Mercosul em Palmital

Clube denominado Projeto Campeões no Campo e na Vida foi formado por ex-atletas do sub-15 do Grêmio Prudente

  • 31/01/2019 05:45
  • THIAGO MORELLO - Da Redação

O sonho de jogar futebol profissionalmente é o que move muitos jovens e o que serviu de combustível para alguns atletas prudentinos. Formados por 17 garotos, o sub-15 do Projeto Campeões no Campo e na Vida, de Presidente Prudente, venceu na terça-feira a 1ª edição da Copa Mercosul de Palmital. Com a formação estrutural bancada quase que 100% pelos pais dos garotos, a equipe foi à competição com a vontade de se redimir de um passado não muito distante.

É que tais atletas, pelo menos a maioria deles, vem da formação de base do time sub-15 do Grêmio Prudente. Eram eles que estavam prestes a entrar em campo e dar sequência no Campeonato Paulista do ano passado, quando chegaram a perder por W.O. em vista do não pagamento de taxas de arbitragem, que fez com que a FPF (Federação Paulista de Futebol) suspendesse os jogos que seriam realizados no Estádio Municipal Caetano Peretti.

A situação foi lembrada pelo presidente do projeto, Rogério Kawaguti Corazza, que é pai de um dos garotos que jogam pelo clube. À reportagem, ele conta que os responsáveis se mobilizaram pelos garotos, a fim de promover a participação na Copa Mercosul, utilizada por olheiros como forma de escolher jovens atletas.

E assim foi feito. Num saldo invicto de seis vitórias e dois empates, o time chegou à final do campeonato na terça-feira. “Nem todos os pais tiveram verbas para mandar seus filhos até lá, então nos mobilizamos a fazer o melhor por eles”, comenta Rogério. Na partida final, o time empatou em 1 a 1 no tempo regular, em disputa contra os Leões do Futuro de, Paranaguá (PR). Nos pênaltis, o título veio pelo placar de 3 a 1. Ao todo, foram 26 equipes participantes.

A intenção de todo o efetivo, ainda de acordo com o presidente, foi criar essa vitrine para os garotos, para que eles pudessem crescer no esporte. “Nós que somos pais sabemos como é difícil para eles, que anseiam por uma oportunidade. Então, após essa vitória, nosso plano é continuar colocando os meninos para jogar, mesmo que em amistosos, e encaminha-los para outros clubes”, explica. Ele ressalta que algumas oportunidades já apareceram.

Comissão técnica

Carregado pelas cores branco e vermelho, o time também esteve sob o comando do técnico Luiz Henrique dos Santos Dalben, Epitácio, que também atuava como treinador do sub-15 do Grêmio Prudente. A atuação veio a pedido dos próprios pais e atletas. Sobre a campanha, Epitácio felicita as vitórias e a conquista do título, que, para ele, marca a primeira de sua “curta carreira como técnico”. Ele não deixa de destacar o “ótimo” desempenho do grupo ao longo das disputas, bem como a oportunidade de terem enfrentado equipes de todo o Brasil, como clubes da Bahia e Paraná. “Tivemos ainda a segunda defesa menos vazada do campeonato e o vice-artilheiro”, lembra o treinador.