Prudentinos aprovam lista de convocados por Tite para Copa

esporte

| JULHIA MARQUETI - Especial para O Imparcial

Faltando exatos 30 dias para a Copa do Mundo da Fifa, a ansiedade toma conta dos amantes do futebol por todo país. Sendo assim, cada dia que passa o nervosismo só aumenta e, para acelerar ainda mais os batimentos cardíacos dos torcedores, na tarde de segunda-feira o treinador da seleção brasileira anunciou os nomes 23 jogadores que vestirão a amarelinha no evento esportivo. Na lista de Adenor Leonardo Bacchi, Tite, estão presentes os goleiros Alisson, Ederson e Cássio; nas laterais Fagner, Danilo, Marcelo e Filipe Luiz; na zaga estão Miranda, Geromel, Marquinhos e Thiago Silva; no meio de campo estão Fernandinho, Paulinho, Casemiro, Renato Augusto, Fred, Philippe Coutinho e Willian; e para fechar, no ataque, Douglas Costa, Roberto Firmino, Neymar, Gabriel Jesus e Taison.

Mesmo com alguns nomes questionados em programas esportivos, para alguns torcedores prudentinos, Tite mais acertou do que errou na escolha dos jogadores. O fato de confiarem no atual técnico da seleção ajudou a opinião positiva sobre a convocação. É o que explica Celso Dandreta, que mesmo sem conseguir assistir ao vivo a coletiva, confiou nas escolhas do treinador. “Estava pronto para ver, mas surgiu outro compromisso. Mas creio que dentro da composição humana dele, de conhecimento, do que fala sobre atitudes, eu acho isso aí tão fantástico que eu creio que ele terá um bom resultado. Ele teve condições boas de escolha”, afirma. Para ele, o estrelismo atrapalhou as últimas campanhas do Brasil em Copas do Mundo passadas, e esse pode ser o diferencial da seleção de Tite. “Pra mim ele não é estrela, para ele o importante o trabalho, ele reergueu a seleção”, enfatiza.

Com a opinião mantida sobre o trabalho do treinador, José Sarto, 72, explica que, pelo olhar dele, os nomes estão dentro do padrão que vinha sendo dado. “Gostei, não fugiu muito do que ele vinha fazendo”, comenta. Apesar de estar feliz pelos nomes já convocados, o torcedor afirma que é bom ter mais nomes na briga que causem esta dúvida de estar certo ou não a palavra de Tite. “Se começa essa discussão que esperava outro estar ali, é porque mais jogadores bons nós temos pelo mundo, isso é muito bom”, destaca. O único nome que causou dúvida no torcedor foi no ataque, já que não conhece o futebol de Taison. “Acho que ele deve corresponder sim, mas eu realmente nunca o acompanhei, não consigo falar se é bom ou não”, explica.

O único desfalque importante na equipe, até o momento, é a saída do lateral Daniel Alves, por contusão. E Fagner, segundo os prudentinos, foi sim o nome correto de escolha. Mas mesmo apoiando todos os 23 nomes, Leci Sousa Ribeiro sentiu falta de alguns jogadores do time do Grêmio. “Há muitos craques, aqueles que ele escolheu e muitos outros que poderiam. Arthur, por exemplo, o Grohe, que é um bom goleiro e muitos outros”, conta. Para ele, Tite convocou com a consciência e inteligência dele, pelo fato de que não é apenas o futebol que pesa no momento da escolha. “Tem uma série de outros problemas envolvidos, como o psicológico dos jogadores, e a comissão técnica deve ter considerado tudo isso”, explica.

Confiança

Tanto para José, quanto para Leci e Celso, a possibilidade do Brasil chegar longe na competição é grande. “Estava vendo ontem as seleções e não vejo muita competitividade das outras, a não ser a Alemanha, a Argentina, estas mais de renome que tem mais força e mais garra, mas estamos num patamar bom”, diz Leci. “Ele levantou a seleção, vai fazer um bom trabalho”, afirma José, ressaltando o trabalho de Tite.

Vale lembrar que além dos 23 convocados, há uma lista com mais 12 jogadores, que serão usados caso algum corte aconteça entre os primeiros nomes. Não foram todos os nomes disponibilizados, mas Tite já confirmou três nomes questionados por não estarem na primeira lista, sendo eles Arthur e Marcelo Grohe, do Grêmio, além de Rodrigo Caio, do São Paulo.

Comente com o editor

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste