Laura Dower: Pedro: “Iremos fazer esse show com muita gratidão”

Foto: Laura Dower: Pedro: “Iremos fazer esse show com muita gratidão”

EM CASA

Prudentino Pedro Salomão se destaca na MPB/Folk

Artista tem se sobressaído no cenário atual com músicas que misturam poesia, liberdade e amor de maneira autêntica; ele se apresenta no Sesc, neste sábado

  • 31/05/2019 10:00
  • WEVERSON NASCIMENTO - Da Redação

“Eu acredito que sempre que uma música nasce no meu coração, ela sai como uma forma de presentear uma pessoa”, diz o artista, o palhaço de hospital, o poeta, o cantor – Pedro Salomão. O prudentino tem se destacado no cenário atual da MPB/ Folk com músicas que misturam poesia, liberdade e amor de maneira autêntica. “Cafuné”, “Leoa”, e “Padaria” com participação de Tiê, são hits de destaque nas plataformas musicais. Atualmente, o cantor soma mais de um milhão de pessoas que acompanha seu trabalho diariamente em suas redes sociais. Para quem é fã do seu trabalho, neste sábado o artista se apresenta no Sesc Thermas, em Presidente Prudente, às 16h, com entrada gratuita. Na ocasião, Pedro irá lançar a música inédita chamada “Poeta eu, poema ela”, oficializada para o dia dos namorados. 

Pedro diz que esta será a primeira vez que se apresentará no Sesc Thermas e que sempre foi um sonho cantar no local. “É uma energia completamente diferente, cantar olhando nos olhos dos amigos, dos familiares, das pessoas que acompanham a minha vida e carreira, é bem especial. Nos outros locais, é legal ver o pessoal cantando junto, pois podemos ver a proporção que o trabalho tem tomado. Mas, poder cantar em casa, com pessoas que conhecem minha história, que tiveram ao meu lado no meu crescimento, é uma forma de retribuir. Iremos fazer esse show com muita gratidão” diz.

O cantor diz que seus fãs podem esperar um momento de muita entrega e entusiasmo, pois o show é uma grande celebração da sensibilização, da gentileza e dos sentimentos que se tinha na infância, na adolescência e que ao mesmo tempo vão se perdendo. “A rotina vai ofuscando esse sentimentalismo que a gente tem, logo, o show é uma tentativa de fazer com isso retorne a tona - o amor, o carinho, o perdão, o autocuidado, a sensibilidade, a autoestima e os valores - é um grande abraço”.                                         

A arte

Seu primeiro contato com a arte foi como palhaço de hospital e por conta da perda do melhor amigo, em 2014, como uma forma de superar o luto, Pedro começou escrever poesias. Após esta etapa e por influência de uma amiga, a atual produtora Laura Dower, começou publicá-las na internet e para sua surpresa, elas repercutiram nacionalmente. “No momento que eu comecei perceber que algumas poesias estavam nascendo com uma harmonia, uma sonoridade, uma forma cantada eu busquei fazer essa experiência de transformá-las em música e deu certo”, conta.

A satisfação de poder estar fazendo arte, tocar o coração das pessoas e posteriormente tornar profissão, é algo que Pedro ama muito. “Eu comecei meu trabalho me entregando totalmente de forma voluntária, seja os quatro anos de palhaço em hospital, os três primeiros anos com poesia na internet e depois desse tempo todo fazendo arte por amor, ver isso tomando a proporção profissional, traz também uma satisfação pessoal, é fantástico”.


SENTIMENTALISMO

 

Cantor e poeta conta história de amor pela arte

 

WEVERSON NASCIMENTO

Da Redação

 

Autor de “Só você é você, Leoa, Cafuné e Padaria” somam os inúmeros trabalhos musicais do prudentino Pedro Salomão. Quanto ao sentimentalismo em suas músicas, Pedro diz que alguns artistas fazem, arte pela arte, o que acha absolutamente legitima, mas que suas composições se dão pelas pessoas. “Minha arte, é arte pelas pessoas desde quando eu trabalhava no hospital. O que eu uso para fazê-las é o sentimento delas e o objetivo final é tocar o coração das pessoas”.

Na canção “Cafuné”, Pedro relata que tem uma pessoa a qual ama muito e que sofre com depressão e ansiedade, e que sentia que não conseguia expressar o sentimento que tinha de preocupação e cuidado, com palavras ou com uma simples conversa. “Então, eu compus Cafuné em Goiás em um momento que estava pensando muito nessa pessoa e eu queria de alguma forma mostrar o que estava sentindo no meu coração para ela, ai nasceu à música”.

De acordo com Pedro, todas as músicas nascem dessa forma, depois de uma conversa, depois de que alguém derrama o coração para pedir conselho ou desabafar. “A pessoa vai embora e eu fico maturando aquele momento, aquela conversa, o que foi dito, sentindo os sentimentos dela e as minhas composições nascem dessa forma”.

 

Poemas mentais

O amor e carinho de Pedro pelas palavras chamou atenção da Editora Planeta que entrou em contato e deu total liberdade para o artista escrever um livro. “Depois de um tempo pensando no que eu poderia escrever, eu consegui formar o que eu queria, pois apesar de ter poesias antigas, eu queria fazer um livro do zero” diz.

Pedro relata que durante todo o processo para escrever seu livro, se dedicou em um sentimento de imersão e releu alguns livros a qual considera que fazem parte do seu alicerce e identidade do que acredita sobre a vida. “Eu ia produzindo e ao mesmo tempo ligando meu coração com uma percepção para tudo que acontecia na minha rotina, desde o café da manha, até ir a uma festa, se apaixonar, tudo que acontecia eu estava sempre atento para poder transformar em poesia”.

Denominado por “Eu tenho sérios poemas mentais”, o título foi uma surpresa até para o autor, pois foi uma sugestão da própria editora. “Eu tinha postado essa frase de forma aleatória na internet e acabou viralizando. Eu gosto muito desse título porque ao mesmo tempo em que ele tem uma profundidade, ele tem uma característica quase cômica de brincar com as nossas fraquezas e nas poesias do livro, esta muito presente isso. Tratar de assuntos emocionais e sérios de uma forma leve e quase cômica - tem até o traço do palhaço que eu fazia”.

Pedro já era conhecido nacionalmente por suas poesias e canções, mas em 2018 foi convidado para ir ao programa “Encontro com Fátima Bernardes”, a qual considera que tal ação legitimou para a sociedade ainda mais o seu trabalho com a arte.

Para quem gosta de seus escritos, Pedro tem mais uma novidade, sua equipe de produção está negociando o contato para seu segundo livro, a qual pretende ser lançado em fevereiro do próximo ano, e olha, ele disse que o terceiro já esta nos seus planos.

 

Serviço

Seu show está marcado para às 16h na Área de Convivência do Sesc Thermas Prudente. A entrada é a gratuita e não necessita a retirada de ingresso.