Janeiro a setembro

Prudente registra queda de 61,85% em aplicação de multas

Semav efetuou 19.024 autuações no perímetro urbano em 2018; no mesmo período de 2017 o número foi maior, e totalizou 49.863

ROBERTO KAWASAKI - Da Redação • 06/11/2018 04:00:00

Um balanço fornecido pela Semav (Secretaria Municipal de Assuntos Viários e Cooperação em Segurança Pública) mostra que entre os meses de janeiro e setembro de 2018, Presidente Prudente registrou queda de 61,85% na quantidade de autuações aplicadas pelos agentes da pasta, ao se comparar com o mesmo período do ano passado. De acordo com os dados, em 2017 houve a emissão de 49.863 autuações, número maior que o catalogado em 2018, que foi de 19.024.

De acordo com a pasta, a “expressiva redução” na quantidade de multas aplicadas entre os períodos se deve “principalmente” à suspensão dos radares na cidade que, até então, eram responsáveis por flagrar os abusos de velocidade e avanço no semáforo vermelho. Apesar deste fator ser considerado o principal pela queda nos números, a Semav acredita que os cidadãos têm se conscientizado “gradualmente” sobre o respeito às regras de trânsito.

Entre as infrações mais comuns de serem registradas em Prudente, a pasta pontua a falta de cinto de segurança, estacionamento em local proibido e o uso de aparelho celular pelo condutor. Isso levando em conta a não operação de radares na cidade, o que dificulta a fiscalização sobre excesso de velocidade e ultrapassagem proibida.

O especialista em trânsito, Gustavo Araújo, corrobora com a pasta ao dizer que a retirada dos radares no município refletiu na queda da quantidade de multas. Além deste, afirma que a mudança da categoria de autuações também é um fator que deve ser levando em conta, uma vez que os motoristas precisaram se adaptar aos novos valores das multas a partir de 2016. “Um exemplo é estacionar em vagas para idosos ou deficientes que, quando eram infrações leves, custavam ao bolso R$ 53. A partir da mudança, passou a ser gravíssima e pesar R$ 293”, comenta.

“Em Prudente, temos motoristas de variados perfis. Mas, acredito que aquele que é consciente dentro do perímetro urbano também evita infringir as regras de trânsito em rodovias e estradas municipais”, afirma o especialista, que pontua os finais de semana como dias em que o risco de cometimento de infrações aumenta, uma vez que o centro da cidade torna-se movimentado.

Agentes

A fim de contribuir para que as infrações não passem despercebidas pela fiscalização, a secretaria conta hoje com 10 agentes de trânsito que trabalham diariamente nas ruas da cidade.  De acordo com a pasta, “este é um número relativamente baixo diante do tamanho de Prudente, mas, com a atual situação econômica do município, não há como ampliar essa equipe por enquanto”.

Além da fiscalização, ações voltadas para a educação no trânsito também têm sido feitas no município e, desta forma, a Semav espera que as infrações “sejam cada vez menores”.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste