Prudente promove Dia da Faxina em 8 de junho

Prudente

| Da Redação

Um dia para mobilização geral visando eliminar de vez criadouros do mosquito Aedes aegypti, inimigo comum do poder público e iniciativa privada: esse será o objetivo do Dia da Faxina, evento marcado para 8 de junho em Presidente Prudente e que quer mobilizar toda a cidade. O mosquito é transmissor também da febre chikungunya, zika vírus e febre amarela. A ação pretende que cada empresa, comércio, indústria, prestador de serviço e morador pare e se dedique a vasculhar os ambientes para tentar encontrar eliminar algum foco ou criadouro do mosquito.

Nesta verdadeira luta, estão mobilizados agentes públicos, como o coordenador do Comitê de Combate à Dengue, Carlos Santana Kal; o chefe de gabinete da Prefeitura, Marcos Tadeu; a diretora da VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal), Elaine Bertacco; e o promotor de Justiça, Mário Coimbra.

“Devemos parar e revirar tudo, olhar nas calhas, nos quintais das casas, nos escritórios que possuem mangueira de vazão do ar-condicionado, nos vasos de plantas, enfim, olhar tudo o que possa armazenar larvas do mosquito”, diz Elaine. Segundo ela, a data escolhida é estratégica, “uma vez que estamos em um período seco, que antecede julho, mês escolhido pelo governo estadual, para promover campanha para eliminar criadouros”.  A ação visa prevenir o aparecimento de uma epidemia de dengue, que pode ocorrer na época das chuvas, com a chegada do verão.

“Estamos atualmente com 25 casos de dengue confirmados em 2018, contra 15 registros catalogados no ano passado. A população já sabe o que deve ser feito, já foi educada a como evitar os criadouros, precisamos agora de atitudes para evitar uma epidemia, uma proliferação de casos, como ocorreu em 2015/16”, conclui a diretora da VEM.

 

Com Secretaria Municipal de Comunicação

Comente com o editor

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste