Cotidiano

Projeto “SP Conecta Cidades” vai estimular inovação no Estado

Com o objetivo de compartilhar iniciativas para impulsionar o ambiente de negócios e a cultura de inovação nos municípios paulistas, a agência Investe SP, ligada ao governo estadual, lançou a primeira edição do SP Conecta Cidades. “O objetivo é sair da capital e contribuir para o desenvolvimento econômico paulista por meio do potencial das startups”, diz Franklin Ribeiro, o head do Ecossistema de Startups da agência. Será um projeto itinerante. A largada ocorreu quarta-feira, em Barueri, na Região Metropolitana de São Paulo. O próximo encontro será em Limeira, no dia 11 de dezembro. Serão conv

  • 12/12/2018 05:45
  • Contexto Paulista

Projeto “SP Conecta Cidades”

vai estimular inovação no Estado

Com o objetivo de compartilhar iniciativas para impulsionar o ambiente de negócios e a cultura de inovação nos municípios paulistas, a agência Investe SP, ligada ao governo estadual, lançou a primeira edição do SP Conecta Cidades. “O objetivo é sair da capital e contribuir para o desenvolvimento econômico paulista por meio do potencial das startups”, diz Franklin Ribeiro, o head do Ecossistema de Startups da agência. Será um projeto itinerante. A largada ocorreu quarta-feira, em Barueri, na Região Metropolitana de São Paulo. O próximo encontro será em Limeira, no dia 11 de dezembro. Serão convidados para os eventos empreendedores, empresários, investidores, representantes do setor público e de universidades. Nesse tipo de reunião, alguns vão em busca de serem investidores anjo, outros para aprender como criar ou acelerar uma startup, dar ou receber mentoria, ou ainda aprender a como fazer bons pitches (apresentação das ideias).

 

Corrente do bem na primeira página

Unindo arte e solidariedade, o jornal OVALE, da Rede APJ (Associação Paulista de Jornais), torna visível a arte regional a quem não a vê normalmente e colabora com uma das instituições mais respeitadas do Vale do Paraíba, o Gacc (Grupo de Assistência à Criança com Câncer), de São José dos Campos. Trata-se do projeto Mãos à Obra, criado e realizado pelo jornal e pela Galeria Victor Hugo, do Colinas Shopping. Também conta com a colaboração de 70 artistas que doaram obras ao Gacc. Todo o dinheiro arrecadado será destinado direta e integralmente ao Gacc, que mantém um hospital para atender mais de 500 crianças e adolescentes em tratamento do câncer.

 

Corrente do bem na primeira página (2)

“A ideia é criar uma corrente do bem para, empregando a arte da solidariedade e do amor ao próximo, garantir um Feliz Natal para as crianças que enfrentam o tratamento contra o câncer”, afirma Guilhermo Codazzi, editor-chefe do jornal e idealizador do projeto. OVALE conta com a ajuda de um curador para escolher obras que já estão estampando a capa do jornal nos finais de semana. Ao todo, serão 10 capas com obras. E como forma de valorizar o talento do artista regional, a contracapa da edição conta com uma galeria com outras dass obras doadas. “Estampar na capa uma boa nova, uma boa notícia, para ajudar e fazer uma corrente do bem, com todo mundo colaborando e dando as mãos ao Gacc”, diz Codazzi. “Acho que esse projeto é uma obra de Deus”, afirma a artista Cristina Demétrio, que doou um quadro para o leilão e participa da coordenação do projeto.

 

Comunicação do Palácio

O jornalista Cleber Mata, 38 anos, formado pela PUC (Pontifícia Universidade Católica) de Campinas e com especialização em Marketing Político na USP (Universidade de São Paulo), e que já atuou em jornais no interior paulista, será o titular da Secretaria Especial de Comunicação do governo estadual a partir de janeiro. “A sociedade quer o governo se comunicando de forma mais ativa, dinâmica e transparente, sem limites”, disse Mata à Rede APJ - Associação Paulista de Jornais, por ocasião de seu anúncio pelo governador eleito, João Dória. Mata, 38 anos, atuou por dez anos na subsecretaria de Comunicação do Governo de São Paulo e comandou a Assessoria de Imprensa do presidente da Assembleia Legislativa, Cauê Macris.

 

Incentivo à agricultura

A Assembleia Legislativa aprovou proposta que isenta do ICMS (Imposto sobre Circulação se Mercadorias e Serviços) parte da produção de hortifrutis no Estado. O projeto é do deputado Estevam Galvão (DEM). Ficarão livres do imposto alimentos como abóbora, alho, alface, batata, cebola, cenoura, couves, ervilha, espinafre, gengibre, mandioca, milho verde e tomate. Também foram incluídas na isenção as flores e frutas nativas ou originárias de países membros da Alalc (Associação Latino-Americana de Livre Comércio). O projeto aguarda a sanção pelo governador Márcio França.

 

Como vão as estradas?

A Comissão de Transportes e Comunicações da Assembleia Legislativa decidiu convocar representantes das empresas concessionárias que administram as maiores estradas do Estado de São Paulo. "Há muitas obras que não estão sendo executadas, e a conservação dessas estradas está em má situação”, diz o deputado Edmir Chedid (DEM).

 

Breves

  • A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) assinou contrato com os municípios de Terra Roxa, Assis e Aguaí. Serão investidos cerca de R$ 140 milhões em três décadas.
  • Mais um sinal da recuperação da economia no Estado de São Paulo: no terceiro trimestre de 2018, foram gerados 72.025 postos de trabalho formais (diferença entre admissões e demissões).
  • O jornalista Carlos Henrique Fioravanti lançará no próximo dia 17 o livro “O Combate à Febre Amarela no Estado de São Paulo: História, Desafios e Inovações”. Será no Salão dos Pratos, Palácio dos Bandeirantes, às 17h.