Destaque

Programação especial no mês de março mostra mulher como protagonista em diversas áreas

Música, literatura, teatro, esporte e cinema são oferecidos gratuitamente em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Da Redação • 01/03/2018 12:46:40

Foto: Divulgação, Telona do Cine Bosque fecha a programação com um dos principais nomes da arte: Frida Kahlo

Inspiração para diversos movimentos artísticos, a figura feminina é destaque da programação especial no Mês da Mulher promovida pelo do Sesc Thermas de Presidente Prudente. Durante o mês de março, uma série de atividades gratuitas evidencia o protagonismo das mulheres nas mais diversas áreas. Com influências de soul e groove e a mistura de experiências pessoais, a Banda Musadelic, formada apenas por mulheres, apresenta músicas próprias no sábado, às 16h, em show na Área de Convivência.

Formado pelas musicistas Mayra Aveliz (voz), Fabiola Ognibeni (guitarra), Jes Condado (baixo) e Carol Lewis (bateria), o grupo traz todo charme e empoderamento como premissas de um trabalho no mundo musical iniciado em 2016. O show do quarteto feminino pelo Múltiplos Sons tem entrada gratuita.

No esporte, a ex-capitã da Seleção Feminina de Futebol, Aline Pellegrino, visita escolas de Presidente Prudente para ensinar técnicas da modalidade e contar como é ser mulher num esporte historicamente masculino.

Campeã mundial e medalha de prata nas Olimpíadas de Athenas em 2004, Aline iniciou sua carreira como jogadora aos 15 anos de idade. Atuou em diversos clubes brasileiros, com destaque para o Santos, onde conquistou a Copa do Brasil em 2008 e 2009, além da Copa Libertadores da América de 2010. Desde junho de 2016, Aline é coordenadora do Departamento de Futebol Feminino da Federação Paulista de Futebol.

A programação esportiva ainda conta com o Festival de Handebol Feminino. A modalidade, que ganhou impulso durante a Primeira Guerra Mundial (1915 a 1918), quando um professor de ginástica criou o jogo ao ar livre para operárias de uma fábrica, é aberta e ocorre de 20 a 29 deste mês, terças e quintas, às 19h30, na Quadra do Sesc Thermas. A atividade é indicada para pessoas acima dos 16 anos.

A arte de confeccionar bonecas será ensinada nos dias 17 e 18, sábado e domingo, pelas as arte-educadoras Paula Batistela e Amanda Cassanji, de Piracicaba (SP).

Das 15h às 17h30, o participante aprende a base da produção de uma boneca de pano, que lhe ajuda a criar quantos personagens quiser, além de conhecer sobre a vida e o legado da artista mexicana Frida Kahlo.

A atividade é aberta para pessoas acima de 16 anos. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas na Central de Atendimento do Sesc Thermas.

A história da refugiada síria Yamanda Saad é contada por meio do projeto Ações para a Cidadania, no dia 18, domingo, às 10h. Vinda de um país governado pela ditadura e em guerra desde 2011, a arqueóloga e maquiadora profissional fala um pouco da sua história ao procurar no Brasil a reconstrução da sua vida, além de explicar como a maquiagem a ajudou a passar por tudo. Enquanto isso, também ensina algumas técnicas e explica o porquê dos traços.

Para participar do Refúgio: Uma História Síria é preciso se inscrever na Central de Atendimento. Com vagas limitadas, a atividade no Quiosque é gratuita e direcionada para pessoas acima dos 16 anos.

A literatura está presente com o Encontro Mulheres Machadianas, que visa a leitura de contos de Machado de Assis sobre suas personagens femininas. Realizada no Quiosque, a atividade será de 20 a 23, terça a sexta, das 18h30 às 20h30. A atividade é gratuita e direcionada para pessoas acima dos 14 anos.

Inspirado em "Esperando Godot", de Samuel Becket, o espetáculo circense O Dia D'Elas é encenado no dia 25, às 15h, pelo Arte em Cena.

A peça da Bella Cia., de São Paulo (SP), narra o dia da folga de duas palhaças. Elas esperam há muito tempo e, quando se deparam com a folga, escolhem ir ao clube perto de casa para relaxarem na piscina. No meio do caminho, entretanto, surge um convite inesperado que pode transformar o dia de lazer numa aventura de uma semana inteira.

A telona do Cine Bosque fecha a programação especial com um dos principais nomes da história da arte: Frida Kahlo, em sessão cinematográfica realizada em cenário único a céu aberto.

Conceituada e aclamada como pintora, ela teve um agitado casamento aberto com Diego Rivera, seu companheiro também nas artes, e ainda um controverso caso com o político Leon Trostky. O filme é exibido no dia 27, às 19h30.

 

Dia Internacional da Mulher

O Dia Internacional da Mulher foi instituído em 1910, na Dinamarca, em meio à Conferência Internacional de Mulheres Socialistas, embora só tenha sido oficializado pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 1975.

O dia 8 de março foi escolhido não por acaso. Em 1857, nessa data, foi realizada nos Estados Unidos a primeira greve de mulheres, em uma fábrica de tecidos na cidade de Nova York. As tecelãs reivindicavam tratamento digno (sofriam violência sexual e física), redução da carga horária diária para 10h (era de 16 horas) e salários iguais aos dos homens que exerciam o mesmo cargo (ganhavam um terço).

A repressão à manifestação das tecelãs é motivo de dúvidas até hoje. São duas as versões. Alguns segmentos acreditam que a greve foi dispersa com violência pela polícia. Outros segmentos acreditam que 130 manifestantes ficaram acuadas pelos policiais, e teriam entrado na fábrica, onde seus patrões as teriam trancado, e ateado fogo ao prédio, matando todas elas.

Os estudiosos que não acreditam na versão do incêndio alegam que há uma confusão entre a greve de 1857, reprimida com violência pelos policiais, e a tragédia na fábrica Triangle Shirtwaist Company, que aconteceu em 25 de março de 1911, também em Nova York, quando cerca de 140 operárias foram mortas em um incêndio causado pelas péssimas condições da fábrica.

Com AI

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste