Sexta-Feira . 22 Fevereiro . 2019
Novidade em Prudente!

Programa gratuito beneficiará interessados em viola e violão

Programa de Cameratas de Cordas Brasileiras instituído ontem deve levar cultura a 96 pessoas de diversos bairros da cidade; inscrições começam nesta terça-feira

José Reis: Assinatura do decreto que institui o de Cameratas de Cordas Brasileiras ocorreu ontem José Reis: Assinatura do decreto que institui o de Cameratas de Cordas Brasileiras ocorreu ontem

“É a partir do sonho de um indivíduo, que nasce o sonho de todo um grupo”. Foi assim que definiu no início da tarde de ontem o secretário de Cultura de Presidente Prudente, José Fábio Sousa Nougueira, sobre a assinatura por parte do chefe do Executivo, Nelson Roberto Bugalho (PTB), do Decreto 29.609 e que institui o Programa de Cameratas de Cordas Brasileiras do município, que deve juntar o ensino da viola e do violão. “É um grande avanço para todos nós, pois a cidade ganha mais um bem cultural, além de representar um sonho antigo nosso de descentralizar as atividades da Escola Municipal de Artes Professora Jupyra Cunha Marcondes”, informa Fábio. Isso porque, as capacitações devem ocorrem em quatro pontos espalhados por Prudente, como na Cohab e no Jardim Humberto Salvador. As inscrições para o curso devem ter início hoje.

Conforme o documento assinado ontem, o Programa de Cameratas de Cordas Brasileiras de Presidente Prudente terá como professores responsáveis, e também presentes no encontro de ontem, Bruno Sanches e Anderson Chizzolini. Os cursos para iniciantes terão um ano de duração, com aulas semanais de duas horas, divididas no contato teórico e prático para alunos acima de 10 anos. Cada turma contará com 12 alunos, sendo que as aulas foram distribuídas para alguns pontos da cidade.

São eles: Praça da Juventude Lucas Nalini Paschoalin, na Cohab, para 24 alunos iniciantes, Praça da Juventude Jaime Barbosa de Moura, no Jardim Humberto Salvador, para 24 alunos iniciantes, Praça da CEU, na zona leste, para 24 alunos iniciantes e no Museu e Arquivo Histórico Prefeito Antônio Sandoval Netto, para 24 alunos intermediários. Ao todo serão 96 beneficiados. “O sonho nasceu com o professor Bruno, que teve a ideia comprada pelo Anderson e consequentemente por nós. A intenção é criar ainda neste ano uma Camerata de viola e violão, de forma que a Escola Municipal de Artes contará com cinco espaços na cidade e o melhor de tudo, de forma gratuita”, salienta o secretário de Cultura.

O prefeito Bugalho também, contente com a iniciativa, fez questão de lembrar que somente a cultura e a educação são capazes de promover mudanças significativas em uma nação, bem como dizer que a junção da Secretaria de Cultura com a Coordenadoria Municipal da Juventude é capaz de trazer bons frutos ao povo prudentino. “Durante minha campanha essa descentralização das atividades da área central foi uma das promessas e agora cumprimos com mais um compromisso nosso. Na ocasião estive com a classe artística e agora vamos conseguir levar o acesso à cultura em diversos pontos da cidade e não apenas na área central”.

 

Benefícios ao cidadão

O professor Bruno afirma que a Camarata é um grupo de médio porte com instrumentos de mesma natureza, neste caso a viola caipira e o violão, de corda dedilhada, e que vai promover por meio do projeto o contato de diversas faixas-etárias. “Além da convivência social, há ainda a questão de aprender a tocar com o próximo, coisa que não é possível quando você faz aulas individuais”.

Anderson, por sua vez, lembra que o projeto deve englobar dois momentos, sendo o primeiro com as aulas para iniciantes, que não precisa de conhecimento ou contato prévio com os instrumentos musicais, e o segundo momento, quando será montado o grupo da Camerata e que ai sim, neste caso, será importante o conhecimento da viola e do violão. “Troca de conhecimentos importante para a formação do indivíduo”.

 

Datas e prazos

Conforme a Prefeitura, os 96 alunos que serão beneficiados poderão procurar as matrículas no dia 12 de fevereiro, até 8 de março, nas próprias praças de interesse. As aulas estão previstas par iniciarem no dia 11 de março e seguirão o calendário da Escola Municipal de Artes Professora Jupyra Cunha Marcondes.

 

SERVIÇO

 

O curso será realizado nos seguintes locais:

 

-Praça da Juventude Lucas Nalini Paschoalin, na Cohab, para 24 alunos iniciantes

- Praça da Juventude Jaime Barbosa de Moura, no Jardim Humberto Salvador, para 24 alunos iniciantes

- Praça da CEU, na zona leste, para 24 alunos iniciantes

- Museu e Arquivo Histórico Prefeito Antônio Sandoval Netto, para 24 alunos intermediários.

 

Matrículas: A partir de hoje segue até 08 de março nas próprias praças

Início das aulas: 11 de março