Programa capacita profissionais

JANAÍNA TAVARES - Especial para O Imparcial • 10/05/2018 09:21:07

Capacitação ocorreu à tarde, sob supervisão de Leandro Nigre. Foto: Jose Reis

O programa socioeducativo O Imparcial na Escola realizou na tarde de ontem, a segunda experiência de capacitação para profissionais na biblioteca do Sesi (Serviço Social da Indústria) de Álvares Machado, sob  comando do editor-executivo deste diário, jornalista Leandro Nigre. O evento reuniu dez pessoas da área de educação, dentre estagiários, professores, diretoria e coordenação. Conforme a diretora da unidade, Elizete Scarim Ortega, 320 alunos serão beneficiados, assim como 24 profissionais.

Sua primeira edição ocorreu em fevereiro do ano passado na cidade, e conforme publicado por este periódico, foi viabilizado por meio da assinatura de um convênio com a instituição de ensino em dezembro de 2016, com validade até o final de 2018. “Os orientadores participaram de capacitações que envolveram os primeiros passos no ano passado e que ensinam a como manusear o jornal, os tipos de textos, os elementos que compõem o periódico escolar e, por isso, no momento, a oficina na prática é a de produção”, explica o editor-executivo.

Com objetivo principal de transpor um ambiente de redação jornalística para as escolas, Leandro pontua que a oficina trabalhada faz parte da grade do programa socioeducativo, porém, realizada dentro de uma sistemática a seguir. “Os trabalhos são dirigidos pensando na adaptação de cada ambiente, como aqui no Sesi, escola de ensino integral”, verifica. Portanto, o editor-executivo salienta que a partir dessa oficina, os profissionais envolvidos junto com os alunos vão elaborar conteúdo para um suplemento que irá circular dentro de O Imparcial no segundo semestre de 2018.

“Apesar de ser o primeiro encontro no ano, ainda vamos agendar um próximo, porque o vínculo não se perde aqui e é necessário manter o contato para ver a evolução e extensão do projeto. Teremos aqui pequenos jornalistas escrevendo sobre variados assuntos”, afirma Leandro. Na semana passada, o projeto atendeu a comunidade de Presidente Prudente e capacitou 25 orientadores pedagógicos na área da Educação no Ceforpe (Centro de Formação Permanente dos Profissionais da Educação). Ao todo, 30 escolas do município participam efetivamente do projeto, que está em sua oitava edição na cidade e conta com o apoio da Seduc (Secretaria Municipal de Educação).

 

Novas experiências

Avaliado como de “grande valia” pela maioria dos profissionais presentes no local, o evento contribuiu para o conhecimento aprofundado de jornal impresso. Para a professora do ensino integral, Sandra Mara Ronea Carozzi Miranda, 52 anos, o conteúdo apresentado conseguiu atrair sua atenção pela qualidade de informações que podem ser disponibilizadas no impresso.

“Ao entrar neste novo mundo, percebemos como o material que temos pode ajudar tanto crianças como os profissionais, porque como num todo, a maioria será beneficiada. Então, tudo o que absolvemos de conhecimento aqui iremos compartilhar”, avalia. Já a coordenadora pedagógica, Eunice Batista Teixeira, 56 anos, vê a iniciativa como auxílio nos eixos integradores do Sesi de Álvares Machado.

“Além de servir como complemento para melhorar na educação e aprendizado, o trabalho consegue unir pais e alunos que podem ver a iniciativa. E também cria uma rede de compartilhamento para a comunidade”, conclui.

 

NÚMEROS:

320

É o número de alunos beneficiados com o programa O Imparcial na Escola

 

24

É a quantidade de profissionais beneficiados pelo projeto socioeducativo

 

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste