Professor da rede municipal é surpreendido com visita de Luciano Huck e Kobra

Apresentador e grafiteiro de renome em todo o mundo alegraram a tarde de 21 de fevereiro, de Itamar Xavier, considerado um exemplo de professor e pessoa; entrevista foi na escola Navio

OSLAINE SILVA • 22/02/2018 13:27:32

. Foto: José Reis, Itamar Xavier acredita que a audiência do “Caldeirão” trará visibilidade ao seu grafite

A tarde de ontem foi especial para o professor prudentino, Itamar Xavier de Camargo, que foi pego de surpresa em uma de suas aulas na Escola Municipal Doutor João Franco de Godoy, conhecida popularmente como Navio, quando teve dois sonhos realizados ao mesmo tempo: conheceu o apresentador Luciano Huck e sua equipe do "Caldeirão do Huck" (Globo), que atendeu o seu pedido e o colocou frente a frente com uma de suas maiores referências na arte de desenhar em muros e paredes, o grafiteiro Eduardo Kobra.

Segundo o professor, no ano passado, alguns dos seus alunos e ele próprio escreveram algumas cartas e mandaram fotos, reportagens sobre o trabalho que ele vem desenvolvendo, seus projetos envolvendo arte e educação. E, surpreendentemente, foi atendido na tarde de quarta-feira, 21 de fevereiro!

Itamar explica que quando escreveu para Luciano, endereçou ao quadro “Mandando Bem”, mas achava que ele havia vindo por outro. “Não sei ao certo. Durante a entrevista ele quis que eu compartilhasse com o público um pouco da minha história, da minha experiência de vida, falou dos meus projetos na área da Educação... Por conta da audiência que o programa dele tem, a visibilidade do que faço se torna maior. E isso é importante porque pode dar um start no meu trabalho, especialmente como grafiteiro. Conhecer o Kobra foi um dos pedidos que fiz ao Luciano, na carta. Ele está entre os melhores do mundo, com sua obra em todas as partes do mundo. Foi muito bacana mesmo!”, exclama o professor artista. Kobra grafitou uma parte do muro da escola Navio.

 

“Durante a entrevista ele quis que eu compartilhasse com o público um pouco da minha história, da minha experiência de vida, falei dos meus projetos na área da Educação...”

Itamar Xavier de Camargo,

arteeducador

 

Poder da arte

Não foi possível a reportagem conversar com Kobra, artista respeitado que tem obras gigantescas por todo o mundo, pois sua equipe estava gravando seu trabalho em tempo marcado. Ou seja, não tinha como parar a gravação. Mas, em suas redes sociais, ainda na estrada, a caminho de Presidente Prudente, Luciano Huck publicou instantes de bate-papo com o grafiteiro, onde comenta, inclusive, o fato de o artista ter sido um pichador na década de 1980. Dá uma reviravolta em sua vida e consegue transformar o vandalismo em pura arte.

Em dado momento, Kobra menciona então algo que pode emocionar os mais sensíveis. “Por mais que meu pai se posicionasse contra, certa vez encontrei em uma gavetinha do criado mudo, recortes de notícias que falavam sobre mim. Sobre o meu trabalho”.

 

“Conhecer o Kobra foi um dos pedidos que fiz ao Luciano, na carta. Ele está entre os melhores do mundo, com sua obra em todas as partes do mundo. Foi muito bacana mesmo!”

Itamar Xavier de Camargo,

grafiteiro

 

Transformação de vida

Assim como Kobra, Itamar Xavier de Camargo escreveu uma nova história para a sua vida. Quem não conhece, vale a pena buscar seu primeiro livro intitulado “A Verdade que Liberta”, onde em 15 capítulos distribuídos em 142 páginas, ele relata a extrema exclusão social e o abandono que sofreu! Itamar foi usuário de drogas, cometeu crimes, escapou da morte por mais de uma vez, foi até o fundo do poço, passou pelo inferno de viver encarcerado em uma prisão... Mas, graças a Deus, por meio do cristianismo, da solidariedade e de seu empenho nos estudos mudou a sua vida e vem mudando a de muitos jovens com seus projetos.

Um dos professores do programa CidadEscola, Itamar é pedagogo, psicopedagogo, arte educador, gestor de projetos e mobilizador social pela educação. Criador do projeto Leitura Campeã, que desde 2011, incentiva e fomenta a leitura no município e outros da região, com inúmeras ações. Os pontos de leitura estão em UBS (Unidades Básicas de Saúde), em ONG’s (organização não-governamental) além das Geladeirotecas (geladeira personalizada utilizada como uma estante/armário para livros); escolas e praças.

Assim como outro de seus projetos, “Um Poema Em Cada Esquina”, que Itamar fixa plaquinhas de madeira, com trechos de poemas de autores de renome e versículos bíblicos, em praças e algumas esquinas da cidade, uma coisa é certa, segundo ele: “Deus deve ser colocado à frente de tudo e toda e qualquer situação. Se minha trajetória de vida é um exemplo do poder de transformação pelo conhecimento e da determinação de um egresso do sistema carcerário que lutou na busca de sair de uma situação sem qualquer perspectiva de futuro, foi tudo guiado pelas mãos de Deus”, expõe modestamente Itamar!

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste