Procura por frutas do outono aumenta na Ceagesp

Produção da carambola e maracujá cresceu 20% e 15%, respectivamente; chuvas têm prejudicado cultivo de outros alimentos

JANAÍNA TAVARES - Especial para O Imparcial • 10/04/2018 09:23:47

. Foto: Caqui é uma das frutas mais procuradas nesta época do ano

O outono chegou e, com ele, a procura por frutas típicas como caqui, goiaba, abacate, maracujá, carambola e figo aumentou na Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) de Presidente Prudente. Entretanto, o clima atual e as chuvas recentes têm prejudicado a produção de alguns destes alimentos na região, de acordo com permissionários da Ceagesp. A falta dos produtos fez com que a demanda crescesse, assim como as altas nos preços.

“A falta destes alimentos prejudicam, sobretudo, as pessoas que diariamente os consomem, assim como algumas escolas que sempre têm estas frutas no cardápio para os estudantes”, explica a permissionária Dirce Sugano, 51 anos. Porém, ela explica que dependendo do tipo da fruta, a produção não cai. “Carambola subiu 20% este ano e o maracujá 15%, por exemplo”, diz. Mas afirma que se a produção consegue se recuperar a tempo, os preços voltam ao normal.

Por outro lado, quando os alimentos não vêm da região “o aumento é inevitável”, segundo o permissionário Clodoaldo dos Santos, 41 anos. Ele também salienta que cada época do ano, as pessoas têm frutas de preferência e no outono as opções variam. “O mamão vende bastante no meu box, mas a venda de outros dessa época não”, fala.

Em busca por preços “mais em conta”, alguns consumidores tentam pesquisar os preços, como é o caso da funcionária pública Arlinda Lucas Xavier Lopes, 49 anos. Ela salienta que já faz parte da sua rotina ir ao Ceagesp, entretanto, afirma que independente do aumento ou da época do ano,  sempre compra as frutas que não podem faltar em sua casa. “São alimentos que não consigo ficar sem, então se tornou um vício, principalmente o consumo de suco natural”.

Apesar disto, têm aqueles que esperam as mudanças de estações para consumirem alimentos como abacate, figo e maracujá. “Espero chegar o outono porque não são produtos que fazem tanta falta em casa”, observa a autônoma Terezinha Alves dos Santos, 49 anos. Ela avalia que é “importante ter variedade de opções nas refeições, mas fala que não busca por preços e sim pela qualidade”.

Alimentação

Dentre as opções de frutas do outono, “todas podem contribuir para uma alimentação mais equilibrada até para as pessoas que não estão acostumadas com estes alimentos”, aponta a nutricionista Patrícia Zacharias, 55 anos. Ricas em fibras, as frutas auxiliam no bom funcionamento do intestino e também para abaixar o teor de colesterol e triglicérides. Os benefícios também se estendem para a prevenção de doenças como o câncer de próstata, segundo a nutricionista.

“O sistema imunológico também pode se beneficiar se a pessoa comer ou tomar o suco de maracujá, por exemplo”, observa. Além disso, ela fala que alguns ingredientes podem ser consumidos juntos com as frutas. “O abacate pode comer com açúcar, leite e até limão se preferir, pois conseguimos adaptar todos eles para a necessidade específica de cada um”, finaliza.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste