Operação Quinquaginta

Presos por tráfico serão ouvidos quinta-feira

Homens acusados estão presos na cadeira pública de Presidente Venceslau; outro ainda se encontra foragido da Justiça

ROBERTO KAWASAKI - Da Redação • 07/08/2018 05:41:00

Operação deflagrada no mês passado cumpriu mandados em 4 cidades da região. Foto: Arquivo

Na quinta-feira, os oito homens presos durante a Operação Quinquaginta, deflagrada no último dia 26 em Regente Feijó, prestarão depoimentos na cadeia pública de Presidente Venceslau. De acordo com o delegado Deminis Sevilha Salvucci, os advogados dos acusados já foram notificados para o acompanhamento da defesa. Ainda conforme a autoridade, um homem acusado de tráfico, que está no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Caiuá, tem previsão para prestar depoimento no mesmo dia. Duas mulheres presas durante a operação já foram ouvidas e estão na cadeia pública de Dracena, sendo que um adolescente permanece apreendido na Fundação Casa (Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente) de Presidente Bernardes.

Em entrevista à reportagem, o delegado esclarece que, dos 12 mandados de prisão expedidos, um ainda não foi cumprido pelo fato de não haver informações sobre o local onde o foragido estaria escondido. No entanto, afirma que “assim que o acusado for localizado, será conduzido para prestar depoimento junto à defesa”. 

Como noticiado por este diário, no dia das prisões, o delegado explicou que a investigação começou em novembro de 2017, quando um motorista dispensou materiais relacionados ao tráfico ilícito de entorpecentes, em perseguição pela Polícia Militar. “Durante três meses nós monitoramos as condutas de cada um dos alvos e, com isso, houve a coleta de provas e apreensão de drogas. Após reunirmos um número razoável de elementos criminatórios, foi postulado ao Poder Judiciário para tomar as medidas cautelares”, acrescenta. 

Na manhã de 26 de junho, a Polícia Civil em Regente Feijó deflagrou a Operação Quinquaginta, com o intuito de combater o tráfico de drogas na cidade. De acordo com a autoridade, foram expedidos 32 mandados judiciais, sendo 12 mandados de prisões, duas apreensões e internações de adolescentes e 18 mandados judiciais de busca domiciliar. Na investigação, acusados de tráfico foram localizados não apenas em Regente Feijó, mas houve mandados de busca em Iepê, Presidente Prudente e Rancharia.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste