CDHU - Inscrições para concorrer a moradias vai de 26 a 31 de março

Foto: CDHU - Inscrições para concorrer a moradias vai de 26 a 31 de março

CASA PRÓPRIA

Prefeitura informa inscrições para sorteio de 208 apartamentos da CDHU

Processo é restrito àqueles que residem na cidade, sendo que o inscrito não pode já ter sido contemplado em algum programa habitacional social anterior, bem como não ter propriedade sobre imóvel

  • 23/03/2020 16:52
  • DA REDAÇÃO

A Prefeitura de Presidente Prudente informa que, de 26 a 31 de março, estará aberto o prazo de inscrições para sorteio de financiamento de 208 apartamentos da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano), com área útil de pouco menos de 60 metros quadrados.

Dos 208 apartamentos, 3% serão destinados para idosos acima dos 60 anos; e 4% para integrantes das carreiras das polícias Civil e Militar, aos agentes de segurança penitenciária e aos de escolta e vigilância penitenciária. Em ambos os casos, os membros deverão estar na condição de titular do imóvel. Além desses, 7% dos imóveis serão destinados para pessoas com deficiência ou cuja família inclua pessoas com deficiência.

Os interessados em participar do sorteio deverão ficar atentos, pois a inscrição será realizada exclusivamente de forma virtual pelo aplicativo Kaizala, disponível gratuitamente nas lojas App e Play Store, ou pelo site, que é o www.cdhu.sp.gov.br.

Segundo orientações, após baixar o aplicativo Kaizala, será enviado um código via SMS no celular. Este deverá ser utilizado para acesso ao aplicativo para que seja autorizado o início do preenchimento da inscrição.

Ao final do preenchimento da inscrição, seja pelo app ou pelo site, o interessado deverá aguardar a confirmação na tela com a seguinte mensagem: “Parabéns, sua inscrição foi efetuada com sucesso. O número da sua ficha de inscrição é o seguinte...”.

A companhia ressalta que as inscrições para Prudente serão restritas àqueles que residem na cidade, sendo que o inscrito não pode ter registro como contemplado em algum programa habitacional social anterior, bem como não ter propriedade sobre imóvel.

Conforme informa a CDHU, em Prudente, o programa beneficiará famílias que comprovem renda bruta salarial entre R$ 1,2 mil e R$ 5.817,75 – cujo valor máximo equivale a cinco salários mínimos do Estado de São Paulo –, e que, após serem sorteados, obtenham aprovação da CEF (Caixa Econômica Federal) da capacidade de financiamento.

Para financiamento do mesmo, será possível a utilização do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Poderá ainda haver subsídio entre R$ 10 mil e 40 mil, por parte do Governo do Estado, e R$ 11.610 do governo federal, conforme disponibilidade do Programa Minha Casa Minha Vida.

Vale lembrar ainda que a seleção dos beneficiados será por meio de sorteio público e só poderá se candidatar quem estiver residindo ou trabalhando há pelo menos cinco anos em Prudente.

Outra exigência do programa é que o candidato não esteja inscrito no Cadin (Cadastro Informativo de Créditos Não Quitados do Setor Público); bem como não ter restrições no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), Serasa (Centralização de Serviços de Banco) e outros; e não possuir pendência com a Receita Federal.