Prefeitura homenageia comissão do centenário

Na solenidade, integrantes receberam certificados; embora a programação esteja encerrada, trabalhos em praça continuam

ANDRÉ ESTEVES - Da Reportagem Local • 02/02/2018 17:50:40

O centenário de Presidente Prudente é um exemplo vivo de que não se faz história sem gente. Justamente com o objetivo de reconhecer o trabalho daqueles que possibilitaram que a memória dos 100 anos da cidade fosse devidamente celebrada, a Prefeitura promoveu, na manhã de ontem, no gabinete do Paço Municipal Florivaldo Leal, a entrega de certificados aos 15 integrantes da comissão designada para a organização dos festejos durante 2017.

O presidente do grupo, Marcelo Costilho Jorge, aponta que foram realizados ao longo do ano 484 eventos, entre atividades educativas, culturais, sociais, esportivas e religiosas. Embora a programação já tenha chegado ao fim, o trabalho ainda não, uma vez que a administração municipal ainda concentra esforços na conclusão da Praça do Centenário, cuja entrega foi prorrogada para março de 2018 devido ao período de chuvas, que causou atraso nas obras.

O prefeito Nelson Roberto Bugalho (PTB) explica que, além das condições climáticas, a construção foi iniciada de forma tardia e, por se tratar de um “projeto complexo”, distinto daqueles executados em outras praças da cidade, houve a demanda de um prazo maior para a finalização do dispositivo. “Estamos caminhando para a etapa final e a expectativa é entregá-lo até o final de março. Não fixarei uma data em virtude dos possíveis contratempos que possam ocorrer”, expõe.

Em contrapartida, o chefe do Executivo lamenta o embargo do projeto do monumento que simbolizaria o centenário do município. A Prefeitura chegou a lançar um edital para o envio das propostas de engenheiros e arquitetos, mas a iniciativa nunca chegou a sair do papel por “inviabilidades técnicas”, conforme explica Marcelo. Apesar disso, Bugalho não descarta a possibilidade de retomar este trabalho. “Dar continuidade a isso é um desejo nosso, mesmo porque 2017 já acabou, mas até 13 de setembro, Prudente ainda é uma cidade centenária”, afirma.

Bugalho ainda defende que a comissão organizadora dos festejos tenha caráter permanente até que uma nova seja formada para a celebração dos 150 anos da cidade. Satisfeita com os resultados alcançados, a primeira secretária Marisa Gava Coquemala afirma se sentir grata por esse momento e vê o trabalho realizado de forma muito especial. Já o coronel aposentado Carlos Amaral da Silva acredita que “2017 foi um ano repleto de desafios, porém, gratificante”.

O presidente Marcelo, por sua vez, diz que o trabalho feito pelo time está sustentado por dois pilares: o bem realizado e o dever cumprido, já que os integrantes, em conjunto com a sociedade, não conseguiram apenas planejar e executar a programação de atividades, como também projetar Prudente para os próximos 100 anos. “A cidade vive um momento de dificuldades, mas, felizmente, temos pessoas que amam Prudente e a honram e dignificam”, comenta.

 

Comissão organizadora do centenário

Presidente: Marcelo Costilho Jorge, empresário

1º vice-presidente: Carlos Amaral da Silva, coronel aposentado

2º vice-presidente: Paulo de Melo Cintra Damião, pastor evangélico

3º vice-presidente: Sérgio Itio Turuta, contador

1ª secretária: Marisa Gava Coquemala, empresária

2ª secretária: Márcia Cristina de Lima Aguillar Bolzani, professora

1º tesoureiro: Irineu Sesti Filho, contador

2º tesoureiro: Vilcio Caetano de Lima, empresário

Institucional: Deodato da Silva, empresário

Artístico e cultural: Erivaldo dos Santos, artista plástico e escultor

Terceiro setor: Fernando Rodrigues Carballal, industrial; e Joel Torino, professor

Organizações de juventude: Jorge Luis Castro Demori, estudante; e Vinicius de Jesus Holanda, estudante

Poder público: José Fábio Sousa Nougueira, secretário municipal de Cultural

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste