Arquivo - Heitor diz que dica de hoje é: não se esqueça do boleto!

Foto: Arquivo - Heitor diz que dica de hoje é: não se esqueça do boleto!

ÚLTIMO DIA

Prazo para pagamento da taxa do Enem encerra-se hoje

  • 23/05/2019 07:00
  • GABRIEL BUOSI - Da Redação

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é uma das provas mais temidas do meio acadêmico e a preocupação por parte dos candidatos é mais do que possível de se entender, já que com as notas individuais eles podem se inscrever em programas de acesso à educação superior e bolsas de estudos ou financiamentos estudantis. Como é de costume, este diário realiza uma série de reportagens ao longo do ano para trazer dicas, mostrar planos de estudos e tentar ajudar com que os candidatos passem por esta fase da maneira mais tranquila possível. Para este texto, o professor Heitor Ribeiro – que faz parte do time de profissionais do canal no YouTube “Não Perca a Cabeça” – trouxe dicas valiosas, a começar por uma que deve ocorrer, impreterivelmente, até hoje: o pagamento da taxa de inscrição.

Conforme o professor, é comum que muitos percam o prazo de pagamento dos boletos, seja pelo aguardo deles em casa – por desconhecimento do processo – ou por simplesmente se esquecerem de que é preciso realizar tal tarefa. “A partir de então, o próximo passo é criar uma rotina de estudos. Existem muitos cronogramas e planos na internet hoje e gratuitos. Uma rotina de estudos muda tudo”. Ainda conforme Heitor, essa programação deve contemplar a necessidade de cada um, mas também levar em conta as dificuldades dos candidatos.

“A grande palavra aqui é a INDIVIDUALIDADE [com letras maiúsculas mesmo, para destacar a importância]. Não tem como se basear nas metas alheias ou imitar planos de outros estudantes. Cada um sabe das próprias necessidades e tem que levar isso em conta na hora de se programar”. Para ele, outro fator é o curso, pois quem sonha em entrar em um que seja concorrido, terá que organizar a rotina para alcançar uma nota compatível com o curso desejado. “São muitas as variáveis”.

Já sobre os desafios encontrados pelos estudantes na hora da organização, o professor lembra que existe um problema hoje, já que os candidatos não gostam de estudar o que têm dificuldade, sendo que o fato de se empenhar apenas no que gosta, refletirá na nota. Sobre os temas encontrados nas questões, pode parecer clichê, mas fica a dica e a realidade: tudo o que foi trabalhado no ensino médio poderá estar na prova. “Claro que em cada disciplina tem alguns aspectos que aparecem mais todo ano. Mas, no geral, cada professor vai apresentando isso aos alunos ao longo do ensino médio. Ressalto que interpretação é indispensável para fazer a prova toda. Atualidades e boa escrita são essenciais para uma boa redação”.

E a temida redação?

Bom, para este momento, saiba que o texto deverá ser feito de acordo com as competências cobradas pelo Enem. Conforme Heitor, são cinco competências, de forma que cada uma vale de zero a 200 pontos, o que faz com que a redação tenha valor mil. “Os alunos que não conhecem as competências estão um passo atrás”. Mas, então, como se sair bem em uma redação que avalia cinco aspectos diferentes? Para o professor, será escrevendo, corrigindo e praticando. “Além disso, a redação tem que casar com outras disciplinas, mostrar que o candidato tem conhecimento amplo e relaciona saberes”.

Por fim, sobre o possível tema, ele esclarece que diversos são propícios de aparecerem, mas informa que é necessário se atentar aos “eixos” temáticos: saúde, tecnologia, problemas sociais diversos, economia e política. Por fim, relaxe nas últimas semanas e descanse para a prova. Como o próprio professor finalizou, “o que foi, foi”.

Enem 2019

4 provas objetivas, com 45 questões cada

- Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;

- Ciências Humanas e suas Tecnologias;

- Ciências da Natureza e suas Tecnologias;

- Matemática e suas Tecnologias.

1 redação, de no máximo 30 linhas

- Texto dissertativo-argumentativo a partir de uma situação-problema

Novidades de 2019

- Espaço para rascunho da redação (pautado) e cálculos no final no caderno de questões;

- Todos os lanches serão revistados no dia da aplicação;

- Surdos, deficiente auditivos e surdocegos poderão indicar, durante a inscrição, o uso do aparelho auditivo ou de implante coclear.

- Eliminação do participante que deixar aparelhos eletrônicos emitirem qualquer tipo de som durante a prova.

Pagamento da taxa

- Quanto?  R$ 85

- Até quando?  Hoje!

- Onde?  Agência bancárias, casas lotéricas e agências dos Correios