Pousadas atendem alta demanda no carnaval

BEATRIZ DUARTE - Especial para O Imparcial • 08/02/2018 12:34:11

. Foto: Cedida/Pousada Dona Nair, Pousadas da região investem em estrutura para acolher turista

Sombra, água fresca e um bom lugar para descansar são itens que as pousadas e hotéis de Presidente Prudente e região buscam oferecer para os consumidores em datas festivas, entre elas o carnaval. Com a agenda lotada há três meses, elas já apontam que aguardam a procura para os próximos feriados, sobretudo os prolongados.

André de Castro, proprietário da Pousada Mãe D’Água, em Presidente Epitácio, comenta que no mês de janeiro conseguiu fechar a reserva para os 38 quartos que possui no espaço, que acomodam até quatro pessoas. Em um negócio de família, ele conta que está há 18 anos no ramo. Com uma diária de R$ 240 por pessoa, que inclui as três refeições, o comerciante disse que manteve o preço do carnaval passado devido à economia, na qual os consumidores ainda procuram por uma estabilização.

Em Rancharia, a Pousada Dona Nair está com a agenda lotada até o carnaval de 2020. Em uma parceria desde o ano passado, com uma igreja que utiliza o espaço para fazer um retiro espiritual durante o período, explica Edna Martins, gerente do estabelecimento. Ela diz que é possível encontrar espaço livre a partir do dia 15 deste mês. O local possui cinco casas mobiliadas, que comportam até quatro pessoas. Os turistas têm a liberdade de cozinhar no local ou alimentar-se nos restaurantes. De acordo com a responsável, entre um ano para o outro, houve diversas construções e melhorias para receber melhor os clientes e isso resulta em um aumento na tabela de preços.

Há três meses, a Pousada Estância Três Marias, em Panorama, já tinha sua agenda de reservas lotada. Segundo a proprietária Maria de Fátima Dourado, o seu espaço conta com sete quartos disponíveis e capacidade de atender 25 pessoas por feriado. Com clientes fiéis, todos os anos um grupo é responsável por preencher metade das vagas da pousada, que possui diária no de R$ 130, incluso café da manhã. Com um aumento de R$ 10 em relação ao ano passado, ela diz que essa alteração é referente ao aumento das despesas com manutenção, mão-de-obra e demais custos. “Estou animada com esse carnaval. Acredito que será bacana assim como todos os anos”.

No ramo de locação de chácaras, a comerciante Stefani Messias da Silva Matheus, proprietária do Recanto Feliz, em Presidente Prudente, explica que já foram feitas reservas para todos os dias do carnaval 2018 e agora só tem data disponível a partir de abril. Segundo ela, a procura começou em janeiro. Todo o espaço foi locado para uma família por quatro dias, pelo valor de R$ 2 mil. Comparado aos preços do ano passado, o aluguel para feriados prolongados, como carnaval, Natal e ano-novo, era de R$ 1,8 mil. O reajuste leva em conta, sobretudo, o aumento geral nas contas de energia.

 

Atenção ao consumidor

Para quem pretende aproveitar o feriado de carnaval, alugar um imóvel requer alguns cuidados para evitar problemas, segundo o Procon, em Prudente. Como normas de defesa ao consumidor, o órgão explica que o prazo de locação para temporada não pode ultrapassar 90 dias e o pagamento de aluguéis e encargos pode ser exigido antecipadamente. No entanto, o inquilino deve sempre solicitar recibo discriminado de todas as quantias pagas. Na escolha pelo imóvel, é importante procurar informações com pessoas e imobiliárias de confiança, ou com avaliações de usuários na internet.

Além disso, é fundamental não confiar somente em fotos ou anúncios e sempre conferir tudo o que for oferecido, tais como, número de cômodos, mobílias, garagem, localização do imóvel, condições de acesso ao local, infraestrutura da região, como: mercados, padarias, farmácias, hospitais, entre outros, bem como a segurança do local.

Ao definir o imóvel, é imprescindível, conforme o Procon, fazer o contrato de locação detalhando tudo que foi ofertado no anúncio e o que foi tratado verbalmente, tais como: qualificação das partes, identificação do imóvel, data de entrada e saída, preço e forma de pagamento, recebimento e entrega das chaves e descrição do imóvel. Caso o imóvel seja mobiliado, fazer constar no contrato a relação dos móveis e utensílios. Se a contratação for pela internet, salvar ou imprimir as telas com anúncio e demais condições. O órgão ressalta que, se houver problemas, o primeiro passo é resolver amigavelmente com o fornecedor e, caso de não obter sucesso, o Procon do município ou o Juizado Especial Cível podem ser procurados.

Estilo do Site
  • Luz
  • Alto Contraste