Polícia Civil: Carga localizada em galpão estava dentro de caminhão

Foto: Polícia Civil: Carga localizada em galpão estava dentro de caminhão

DESVIO

Polícia recupera carga furtada com 74,5 toneladas de farelo de soja

Denúncia anônima resultou na prisão em flagrantes de três homens, que descarregavam a mercadoria em Teodoro Sampaio

  • 15/04/2019 16:49
  • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação

A Polícia Civil em Teodoro Sampaio prendeu nesta manhã três homens acusados de integrarem uma organização criminosa que atua no desvio de cargas. Os homens, 40, 46 e 47 anos, foram detidos em um galpão do município, enquanto descarregavam aproximadamente 74,5 toneladas de farelo de soja furtadas de uma empresa de Rio Verde (GO).

As prisões ocorreram depois de denúncia anônima à Polícia Militar. Diante de informações repassadas, compareceram ao galpão situado na entrada do município e localizaram a carreta com semirreboque em processo de descarregamento. Conforme a Polícia Civil, o responsável pelo galpão foi localizado dentro do estabelecimento, e não soube justificar a respeito do material.

Além do veículo que estava dentro do local, outro estava do lado de fora. Em entrevista com o motorista que aguardava na frente do estabelecimento, o mesmo informou que esperava o colega que descarregava a carga, e que o destino final acordado era o porto em Paranaguá (PR). Já o outro condutor disse que fazia reparo mecânico no veículo, tendo acertado o descarregamento com suposto locatário do galpão, mediante pagamento.

Sem autorização

Diante dos relatos contraditórios, os investigadores entraram em contato com a empresa dona da carga, que informou não ter sido notificada sobre os fatos, e que não havia autorização sobre descarregamento em Teodoro Sampaio. Segundo a empresa transportadora, o itinerário para o transporte de cargas até o porto em Paranaguá não tem relação com Teodoro Sampaio.

Após as informações adquiridas, o delegado João Paulo Tardin decretou pela prisão em flagrante delito dos dois motoristas, bem como do homem que recepcionou a carga no galpão por furto duplamente qualificado. As investigações prosseguem para fins de identificação de um quarto componente do grupo, que permanece foragido.