Sexta-Feira . 22 Fevereiro . 2019
Ato libidinoso

Polícia prende personal trainer por estupro em Adamantina

Depois que o caso repercutiu na cidade, outras duas mulheres procuraram a DDM para denunciar supostas ações do indivíduo nas ruas

31/01/2019 11:48 • ROBERTO KAWASAKI - Da Redação
Polícia Civil - Na motocicleta, homem abordava supostas vítimas nas ruas de Adamantina Polícia Civil - Na motocicleta, homem abordava supostas vítimas nas ruas de Adamantina

A DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) prendeu ontem um homem de 26 anos acusado por praticar atos libidinosos contra mulheres nas ruas de Adamantina. O indivíduo, que trabalha como personal trainer, teve a prisão temporária decretada pela Justiça e permanecerá em cárcere por 30 dias enquanto a investigação trabalha com o inquérito policial. Depois que o caso ganhou repercussão na cidade, a delegacia contabilizou o total de três denúncias de supostas vítimas do acusado, que relatam ações semelhantes dos atos.

A investigação teve início depois que uma jovem de 19 anos procurou a delegacia para relatar o abuso sofrido. “Esta mulher disse que havia saído de casa para encontrar alguns amigos nas proximidades da Biblioteca Pública Municipal, quando foi abordada pelo rapaz na Vila Cicma, que estacionou a motocicleta ao lado dela. Naquele momento ele mostrou uma arma de fogo e exigiu que ela levantasse o vestido. Com medo de que pudesse tentar contra ela, a jovem levantou a roupa, ele começou a passar as mãos nos seios dela”, relata a delegada Rita de Cássia Gea Sanches. Na sequência, ordenou para que a vítima fosse embora.

O fato mencionado ocorreu no sábado à noite, por volta de 21h. Em consulta às demais delegacias, a DDM descobriu que no mesmo dia havia um fato semelhante de abuso sexual registrado na DIG (Delegacia de Investigações Gerais). Segundo o boletim de ocorrência, uma moradora da cidade, que não teve a idade relevada, foi abordada por um homem de motocicleta que exigiu que ela entregasse uma quantia em dinheiro. Na ocasião, ele também exigiu para que ela levantasse a roupa e apalpou os seios. O caso também foi registrado como tentativa de roubo.

De acordo com a delegada à frente do caso, hoje pela manhã uma mulher de 45 anos prestou depoimento na delegacia e denunciou o mesmo indivíduo por atos libidinosos. “As três vítimas reconheceram o personal trainer, e foi possível constatar que a forma de abordagem dele era utilizando a motocicleta e, na sequência, pedindo para que as mulheres levantassem a roupa”, comenta Rita. O veículo Honda/Fan, capacete e mochila do preso foram apreendidas.