Polícia Militar - Apoio do canil foi acionado até o local

Foto: Polícia Militar - Apoio do canil foi acionado até o local

MARTINÓPOLIS

Polícia localiza 90 pedras de crack em residência

Três pessoas envolvidas foram detidas, sendo duas mulheres de 26 e 27 anos, e um menor de 16 anos; também houve apreensão de maconha

  • 12/08/2019 18:42
  • THIAGO MORELLO - Da Redação

Resultado de uma ocorrência de tráfico de drogas e corrupção de menor, a Polícia Militar, por meio do Baep (Batalhão da Polícia Militar do Estado de São Paulo), realizou hoje a apreensão de 90 pedras de crack em Martinópolis, na Vila Alegrete. Na ocorrência, três pessoas envolvidas foram detidas, sendo duas mulheres de 26 e 27 anos, e um adolescente de 16 anos.

A ocorrência começou, conforme as informações do policiamento, durante o patrulhamento do Batalhão nas imediações. No município, surgiu a denúncia de tráfico de drogas e, ao chegar no local, os policiais foram recepcionados pelas duas indivíduas e o menor “estando todos incomodados com a presença policial”, menciona.

E após iniciar as buscas, inicialmente foram localizados uma balança de precisão em um dos quartos do imóvel, “com resquício de droga, além de duas facas também com resquícios”, confirma o policiamento. E “na parte externa da residência foram localizadas 2 [duas] porções de maconha no corredor, próximo à janela do banheiro”, completa.

Por conta disso, o apoio do canil foi acionado até o local. Ainda no quintal, segundo o policiamento, dentro de um invólucro de plástico na cor preta - em meio aos entulhos -, foram encontradas as 90 pedras de crack mencionadas, embaladas e “prontas para revenda”, além de outra porção de maconha próxima a uma máquina de lavar roupas. “Indagados, ninguém assumiu a propriedade da droga, porém o adolescente confessou que a maconha era dele”, mostrando até mesmo o local onde teria mais, destaca a polícia no boletim de ocorrência.

Tal local indicado pelo adolescente, sendo um pasto, fica localizado a cerca de 100 metros da casa. Dentro da vegetação, os policiais relataram que foram localizadas mais nove porções de maconha, “além de um tijolo do entorpecente e um pedaço maior acondicionado em um plástico de cor azul”. O indiciado contou ao policiamento que recebeu o entorpecente como pagamento de uma dívida.

Os três envolvidos foram apresentados na delegacia da cidade. As duas mulheres ficaram presas e à disposição da Justiça, e o menor apreendido.