Pedro Silva - Profissionais da segurança pública estiveram presentes durante 1º Simpósio Órion de Tecnologia

Foto: Pedro Silva - Profissionais da segurança pública estiveram presentes durante 1º Simpósio Órion de Tecnologia

SEGURANÇA

Polícia e Unoeste lançam aplicativo do Sistema Órion

Além de entregar a ferramenta, parceiros também apresentaram palestras e conversas sobre temas delicados de ordem social

  • 07/11/2019 19:04
  • PEDRO SILVA - Especial para O Imparcial

A Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e a Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) se reuniram, ontem, em Presidente Prudente, para o 1º Simpósio Órion de Tecnologia, ocasião em que foi lançado o aplicativo para celulares do sistema de inteligência desenvolvido em parceria entre a universidade e a PM. No evento, palestras sobre a valorização e prevenção à vida e violência contra a mulher foram ministradas para os mais de 800 participantes do encontro.

Segundo o pró-reitor de pesquisa e pós-graduação da universidade, Adilson Eduardo Guelfi, o principal objetivo do simpósio foi o lançamento do app do sistema Órion, desenvolvido por alunos da Fipp (Faculdade de Informática de Presidente Prudente), em parceria com a PM, com o intuito de resolver ou tratar de casos de ocorrência social.

Adilson pontua que o aplicativo já está disponível para os smartphones com sistema operacional Android. Para instalá-lo em seu aparelho, basta procurar na loja de aplicativos pelo nome “Órion Social”.

 

Valorização e proteção

Além do aplicativo que ajuda a população e forças de segurança, palestras foram ministradas. O major do Corpo de Bombeiros, Diógenes Munhoz, comandou uma conversa animada sobre técnicas de abordagem para casos de suicídio. Nesse sentido, um dos propósitos do sistema Órion é criar uma rede para prevenção de casos de atentados contra a vida. “Porque a prevenção do suicídio não é só responsabilidade dos bombeiros, mas também da Polícia Militar, órgãos da imprensa, psiquiatras, psicólogos, jornalistas, então o sistema vem uni-los de uma forma digital e eficaz”, avalia.